EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

17 de Julho de 2019

Sampaoli diz que não sai antes do fim do Brasileiro, mas deixa 2020 em aberto

O treinador argentino espera construir um bom 2019 para, caso esteja de acordo, permanecer na Vila Belmiro

A insatisfação do técnico Jorge Sampaoli com o presidente do Santos, José Carlos Peres, deixou o clima, aparentemente, pesado. Porém, o argentino afirmou que não existe chance de ele deixar o Peixe antes do término do Campeonato Brasileiro. 

"Impossível (sair). Tenho um compromisso muito grande com todos os jogadores que estão aqui. Impossível, não abandonaria. Com o recurso que temos, temos que remendar. E é isso que reclamo. Reclamarei todos os dias para que o Santos cresça". 

O comandante alvinegro, no entanto, ressaltou que a sua permanência para o ano que vem dependerá do que ele conseguir construir na competição e se estará satisfeito com tudo dentro do clube. O técnico tem contrato até dezembro de 2020.

"Não sei (se ficarei até o fim do contrato). Se perco quatro partidas, vão querer que eu deixe o Santos. Tenho um projeto e se estiver de acordo, se eu construir em um ano o que eu quero, eu continuo", completou.