Logo A Tribuna

Robinho e Santos anunciam suspensão do contrato

“Se estou atrapalhando, é melhor que eu saia”, diz o jogador após pressão dos patrocinadores por causa da condenação por estupro

Por: Bruno Lima & Fulvio Feola &  -  17/10/20  -  00:31
Robinho foi condenado por estupro em 2ª instância
Robinho foi condenado por estupro em 2ª instância   Foto: Ivan Storti / Santos FC

A quarta passagem do atacante Robinho pelo Santos terminou antes mesmo de começar. Nesta sexta-feira (16), diante da ameaça de debandada de patrocinadores caso o contrato do jogador não fosse rompido, o atleta e a diretoria do Peixe optaram pela suspensão do vínculo do atleta de 36 anos.


Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Por meio de um vídeo no Instagram, o atacante disse que o seu objetivo sempre foi ajudar o Santos. Porém, por entender que poderia estar atrapalhando, ele decidiu deixar o clube para focar na  questões pessoais. 

“Aos torcedores do Peixe e a todos aqueles que gostam de mim, eu vou provar para vocês a minha inocência”, disse o atleta.




O Santos, por meio de nota oficial, também se posicionou sobre a suspensão contratual. 

“O Santos Futebol Clube e o atleta Robinho informam que, em comum acordo, resolveram suspender a validade do contrato firmado no último dia 10 de outubro para que o jogador possa se concentrar exclusivamente na sua defesa no processo que corre na Itália”.

Cercado de polêmica

O retorno do jogador à Vila Belmiro foi cercado de polêmica. Robinho foi condenado em primeira instância pela Justiça italiana, no ano de 2017, em razão de um  crime sexual que ele, em conjunto com cinco amigos, teria cometido contra uma albanesa, em 2013, quando defendia o Milan.

Nesta sexta, trechos do processo foram divulgados pelo GE, e nele estão transcritos áudios obtidos por meio de autorização judicial. Nesses áudios, Robinho nega as acusações de estupro e sustenta que manteve relação de sexo oral com a vítima de forma consensual.

Na expectativa de voltar a vestir a camisa do Santos, Robinho esteve na Vila Belmiro na última quarta-feira (14) para assistir ao jogo entre Santos e Atlético-GO, que terminou com a derrota do Peixe por 1 a 0. 

Nesta quinta (15) e sexta-feira (16), o jogador participou dos treinamentos da equipe no CT Rei Pelé e seguia à espera de uma reunião do Conselho Deliberativo, na próxima quarta-feira (21), que daria o aval para a sua contratação. 

Robinho assinou contrato de cinco meses com o Santos no último sábado (10) e viria a receber um salário mínino nos três primeiros meses. O jogador ainda teria um bônus de R$ 300 mil após 10 jogos disputados, pagos ao fim do contrato. O acordo também daria preferência para a renovação do vínculo do atleta por mais 1 ano e 7 meses.


Logo A Tribuna