EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

22 de Novembro de 2019

Peres será julgado pelo STJD por dizer que 'se depender do VAR, o Flamengo é campeão'

Presidente do Santos pode pegar uma suspensão pelo prazo de 14 a 180 dias

Após dizer que "se depender do VAR, o Flamengo é campeão", o presidente do Santos, José Carlos Peres, será julgado, nesta sexta-feira (8), pela Quinta Comissão Disciplinar do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol) por declarações consideradas desrespeitosas contra a arbitragem do Campeonato Brasileiro. A sessão está marcada para as 11h (de Brasília).

As falas de Peres foram proferidas em entrevista à rádio Energia 97 no último dia 11. Na ocasião, o mandatário do Peixe disse, ainda, que não havia dito que o Flamengo era culpado pelas ações da arbitragem. "Queria estar no lugar do Flamengo. É questão dos juízes... VAR veio para ajudar, mas é a mesma coisa de dar uma Porsche para quem não sabe dirigir. Vão falar que errada é a Porsche", disse.

Em seu site oficial, o STJD aponta que as declarações do comandante do clube alvinegro desrespeitou os árbitros atuantes no Campeonato Brasileiro e a Comissão de Arbitragem da CBF ao alegar favorecimento da arbitragem ao Flamengo.

Inicialmente, houve a tentativa de retratação de Peres em procedimento preliminar proposto pela Procuradoria da Justiça Desportiva. Sem sucesso, porém. Por esse motivo, houve uma denúncia, e o cartola será julgado por infringir o artigo 258, inciso II, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala sobre desrespeitar os membros da equipe de arbitragem ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões.

Pela insinuação que a equipe de arbitragem do Campeonato Brasileiro favorece o time do Flamengo, Peres pode ser penalizado com uma suspensão pelo prazo de 15 a 180 dias.

Tudo sobre: