EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

5 de Agosto de 2020

Marinho se desculpa após ser expulso e prejudicar o Santos

Atacante foi do céu ao inferno na noite desta quinta-feira, durante a derrota para a Ponte Preta

O atacante Marinho conseguiu ir do céu ao inferno na noite desta quinta-feira (30), na Vila Belmiro, durante a derrota do Santos para a Ponte Preta, por 3 a 1, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Autor do gol alvinegro, o camisa 11 foi expulso ainda no primeiro tempo e acabou prejudicando a equipe. Após a desclassificação, o atleta pediu desculpas à torcida por meio das redes sociais. 

O Santos abriu o placar no início do primeiro tempo, mas levou a virada na segunda etapa com certa facilidade. 

"Infelizmente o futebol tem dessas coisas. O que era para ser uma noite especial, e começou assim, se tornou um pesadelo. Peço desculpas ao torcedor pela expulsão, que foi infantil e reconheço. Deveria ter tomado mais cuidado em um momento como aquele da partida. Só tenho que pedir desculpas ao grupo e à comissão técnica por isso. Todos batalharam muito nos últimos dias para que pudéssemos chegar à final e conquistar o Estadual. Somos humanos e falhamos. Dessa vez, aconteceu comigo e em um momento decisivo. Perdão, do fundo do meu coração", escreveu Marinho. 

A expulsão de Marinho na noite desta quinta-feira (30) foi a quarta nos últimos quatro jogos do Santos no Estadual. A terceira ainda no primeiro tempo. 

Antes, Jobson, contra o São Paulo, Carlos Sánchez, contra o Santo André, já haviam cometido o mesmo erro. Uribe, contra o Novorizontino, recebeu cartão vermelho após o intervalo.

Tudo sobre: