Marinho diz que não pensa em Seleção: 'O Santos é a minha Seleção'

Em live no Instagram, atacante se disse surpreso com a recepção da torcida do Peixe quando chegou no clube

Recuperado de uma lesão no tornozelo, sofrida na estreia do Campeonato Paulista, o atacante Marinho está apaixonado pelo Santos. Há quase um ano no Peixe, o jogador revela que fica arrepiado toda vez que pisa na Vila Belmiro e se diz surpreso com a recepção da torcida alvinegra quando de sua chegada ao clube.  

"A torcida do Santos é show. Me abraçou de um jeito que fiquei admirado. O mínimo que posso fazer diante de todo o carinho é me dedicar e fazer a alegria do torcedor. Graças a Deus tenho conseguido. Toda vez entro na Vila Belmiro para jogar é uma sensação incrível. Fico arrepiado", disse o atacante durante live com a jornalista Natália Varela, no Instagram. 

Ainda de acordo com Marinho, a felicidade por atuar no Santos o fez tirar a Seleção Brasileira da lista de sonhos a serem realizados. 

"Já foi antes (jogar na Seleção Brasileira). Hoje não. Não é um alvo mais. Seleção para mim é a que defendo, que é o Santos. Um clube que parou uma guerra. Então, falo que jogo na seleção. O Santos teve Pelé, Robinho, Neymar e outros gênios. É um clube com uma história riquíssima. Sou um privilegiado. Como diz o hino do Santos, jogar aqui é um orgulho que nem todos podem ter", acrescentou o jogador, que, se pudesse escolher um outro clube para defender seria o Bayern de Munique.

"Meu sonho na Europa é jogar no Bayern. Quando comecei a ver futebol internacional pela TV, passou a ser um foco para mim. Não posso matar o meu sonho e Deus sempre faz o melhor para nós. Se não acontecer, tenho certeza de que Deus vai ter coisa melhor", completou o jogador do Peixe.

Tudo sobre: