EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

12 de Dezembro de 2019

Kaio Jorge e Sandry revelam amadurecimento após título com a seleção e lutam por espaço no Santos

De volta ao Peixe, ambos se dizem mais maduros e dispostos a brigar para se firmar no time profissional

O Brasil alcançou o tetracampeonato mundial da categoria sub-17 com a ajuda de dois santistas. O atacante Kaio Jorge e o volante Sandry participaram da campanha vitoriosa em solo nacional, coroada com a vitória sobre o México, na decisão do último domingo (17), por 2 a 1, no Gama (DF). De volta ao Santos, ambos se dizem mais maduros e dispostos a brigar para se firmar no time profissional.

"O título foi importante, vai dar moral pra gente", afirma Kaio Jorge. "Foi um sonho realizado. Todos sonham em jogar uma Copa, somos privilegiados. Voltamos mais amadurecidos", comenta Sandry.

O objetivo, a partir de agora, é convencer o técnico Jorge Sampaoli a lhes dar oportunidades. Com o título mundial e a repercussão, os atletas acreditam que deram um passo importante. 

"Agora temos outra cabeça. E o professor Sampaoli vai olhar pra gente com outros olhos", aposta Kaio Jorge. "Ele (Sampaoli) nos parabenizou. Sempre fomos os mais novos, mas temos a ambição de jogar. Vamos esperar a chance de entrar para jogar e aí não sair mais", afirma Sandry.

No Mundial, Kaio Jorge foi quem mais participou. Titular da campanha que teve 100% de aproveitamento em sete jogos, ele fez gols importantes, como o primeiro do Brasil na final diante do México. De pênalti, ele empatou a partida, decidida no final com um gol do flamenguista Lázaro.

"Entramos desligados, mas sabíamos que não poderíamos deixar passar a oportunidade. Tínhamos que ir com tudo. No segundo tempo, demos a nossa vida", conta o atacante, que também participou da jogada do segundo gol.

Tudo sobre: