EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

26 de Março de 2019

Jogador da base do Santos pede afastamento do clube após incêndio no Flamengo

Brayan Krüger, de 17 anos, estava no Peixe há pouco mais de uma semana

Recém-contratado para atuar nas categorias de base do Santos, o atacante Brayan Krüger, de 17 anos, pediu afastamento do clube. O motivo foi a dificuldade por parte do atleta de adaptar-se, situação que foi agravada com a tragédia que matou jovens jogadores no Centro de Treinamento do Flamengo, no Rio de Janeiro, na última semana.

Conforme informado pela assessoria do Peixe à Tribuna On-Line, o gaúcho, que chegou ao clube santista vindo do Guarani de Palhoça-SC, demonstrou que a adaptação seria um obstáculo desde sua apresentação, e manifestava estar sentindo muita falta da família, que vive em Santa Catarina.

Após o incêndio no alojamento do Flamengo, o atleta, assustado, ficou ainda mais emotivo, e, em conjunto com seus familiares, seu empresário e com o Santos, decidiu voltar para casa. Brayan estava no clube há pouco mais de uma semana.

Ele, no entanto, ainda mantém vínculo com o Peixe. Compreendendo a situação, o clube priorizou o bem-estar do atleta e auxiliou que ele passasse por um atendimento especializado em cima disso, para, depois, voltar a treinar com a equipe sub-17 alvinegra.