EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

5 de Dezembro de 2019

Jogador com maior salário do Santos, Cueva está fora dos planos de Sampaoli

Contratado pelo Santos em fevereiro a pedido do próprio treinador, meia peruano deve ser vendido

Além de Bryan Ruiz, que já era carta fora do baralho de Jorge Sampaoli, o meia Cueva é outro jogador com quem o treinador argentino não conta mais no elenco santista. Pedido do próprio Sampaoli no início do ano, o peruano está em seu país natal acompanhando o estado de saúde sua filha, que nasceu prematura. 

O diretor de futebol do Santos, Paulo Autuori, confirmou em entrevista coletiva nesta quarta-feira (14), no CT Rei Pelé, que o clube estuda propostas por Cueva, vice-campeão da Copa América pela seleção peruana. 

"O Sampaoli conversou com ambos, nós também, de maneira clara e objetiva. Ninguém quer jogar conversa fora para agradar e ser simpático. Não estamos nesse estágio (de negociar), mas vamos trabalhar para isso. Que a relação seja sincera, séria. Propostas existem, são estudadas pelo clube. Eu acho constrangedor ter no grupo alguém que não pode ter oportunidade. O Sampaoli foi claro com eles e o clube precisa agir. Temos que arrumar soluções".

Contratado do Krasnodar, da Rússia, em fevereiro, Cueva chegou por empréstimo ao Santos até o final deste ano. Pelo acordo com o time russo, no entanto, o Santos é obrigado a comprar o meia por US$ 7 milhões  (mais de R$ 27 milhões), pagando os direitos federativos do jogador em parcelas a partir de 2020. 

O meia de 27 anos tem o maior salário do elenco, cerca de R$ 600 mil. Ele fez apenas 16 jogos pelo Alvinegro desde fevereiro e não marcou nenhum gol, nem deu assistência. Há três rodadas do Brasileirão, Cueva não é nem sequer relacionado por Sampaoli para ficar no banco de reservas. 

Cinco estrangeiros

Em entrevista na última segunda-feira (12), o presidente José Carlos Peres disse que Sampaoli gostaria de contar com apenas quatro estrangeiros no elenco. Nesta quarta-feira, no entanto, a assessoria de imprensa do clube disse que o dirigente se equivocou, pois o técnico conta com os cinco estrangeiros que vêm sendo utilizados no Brasileirão: o zagueiro Aguilar, o meia Carlos Sánchez e os atacantes Soteldo, Derlis González e Uribe.

Tudo sobre: