EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

9 de Agosto de 2020

Jesualdo Ferreira não quer saber de abatimento no Santos

Treinador pede compreensão da torcida por conta dos problemas que o elenco tem vivido em razão da pandemia

O técnico Jesualdo Ferreira lamentou a derrota do Santos para a Ponte Preta, por 3 a 1, na Vila Belmiro, e a desclassificação do Campeonato Paulista, mas não quer saber de abatimento prolongado por conta da eliminação. 

Em entrevista coletiva virtual após o jogo, o português afirmou que não vai admitir que nenhum jogador do elenco jogue a toalha tendo outras três competições para disputar ao longo da temporada e pediu compreensão aos torcedores.

"Não acabou (a temporada). Santos tem muitos jogos e não pode perder sem começar de fato o trabalho. De 15 até 60 ou 70 jogos falta muito. E há muito tempo a recuperar. Não admito que alguém desista porque eu não desisto. Estamos todos tristes, revoltados. Espero que o torcedor entenda o que jogador tem passado com essa pandemia e as condições todas. Tivemos problemas e vamos tentar resolver internamente. Não vou arranjar desculpas. A verdade é que a equipe perdeu, não merecia perder enquanto conseguiu jogar", disse o treinador. 

Jesualdo também revelou preocupação com a parte psicológica da equipe, que teve quatro expulsões nos quatro últimos compromissos. 

"Do ponto de vista psicológico, está mal. Contra o São Paulo, ganhávamos. Depois a mesma coisa. É no mínimo preocupante, mas nos deixa na dúvida do que será. E será nosso trabalho descobrir. Conversamos sobre isso, expliquei. Muita coisa além do normal. É uma questão mental, instabilidade emocional que nos prejudica", completou.

Tudo sobre: