EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

11 de Agosto de 2020

Expulso após a partida, Felipe Jonatan nega ter ofendido o árbitro

Na súmula, Anderson Daronco relatou que lateral o teria chamado de 'ladrão'

Na derrota por 1 a 0 para o Athletico-PR, quarta-feira (4), na Arena da Baixada, o Santos perdeu dois jogadores por expulsão para a última rodada do Campeonato Brasileiro: Luan Peres, que recebeu dois cartões amarelos, e Felipe Jonatan, que se desentendeu com o trio de arbitragem após a partida e acabou recebendo cartão vermelho.

Na súmula do jogo, o árbitro Anderson Daronco relatou que o jogador do Santos se dirigiu à "equipe de arbitragem batendo palmas de forma irônica e dizendo as seguintes palavras: 'Parabéns, seus ladrões! Conseguiram o que queriam'".

Após receber o vermelho, segundo Daronco, Felipe Jonatan teria continuado: "Tu é muito fraco mesmo. Ladrão!".

Ao tomar conhecimento do relato do árbitro, o lateral-esquerdo, por meio da assessoria de imprensa do Santos, rebateu Daronco dizendo que ele faltou com a verdade.

"Tenho mais de 60 partidas como profissional e até hoje só havia recebido um cartão amarelo na minha carreira. Ao término da partida, apenas aplaudi a arbitragem. Não falei em nenhum momento o que foi divulgado na súmula. Desafio a ter qualquer imagem que me mostre chamando alguém de 'ladrão'. Isso não é da minha índole. É preciso ter responsabilidade, mais respeito e, principalmente, jamais faltar com a verdade", alegou Felipe Jonatan.

Tudo sobre: