EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

18 de Setembro de 2019

Essencial no meio-campo do Santos, Diego Pituca terá substituto à altura contra o Fla, diz Sánchez

O volante está suspenso do confronto no Maracanã, sábado (14), por conta do terceiro cartão amarelo

Jogador que mais atuou sob o comando do técnico Jorge Sampaoli no Santos, com 40 partidas, Diego Pituca não poderá enfrentar o Flamengo, sábado (14), às 17 horas, no Maracanã, devido ao terceiro cartão amarelo recebido no empate por 1 a 1 com o Athletico-PR, no último domingo (8).

Por ser um dos homens de confiança do treinador argentino, o meio-campista será uma ausência bastante sentida pela comissão técnica e companheiros de time. Porém,  mesmo lamentando a suspensão do parceiro de setor, Carlos Sánchez tem certeza de que há opções no elenco em condições de substituir o volante.

“O Pituca é essencial para o time, mas temos jogadores importantes que podem fazer o que ele faz. São características diferentes, mas o Sampaoli buscará uma maneira de substituí-lo da melhor forma. Espero que quem entrar possa atuar bem no sábado”, comentou o camisa 7 do Peixe. 

Números

Ao longo das 40 partidas, Diego Pituca tem sido importante na marcação e na construção das jogadas ofensivas do Santos. 

Apesar de ainda não ter nenhuma assistência no Brasileirão, o volante, segundo o Footstats, tem 17 passes para finalizações dos companheiros.

Autor de um gol no campeonato, marcado contra o Vasco, na vitória por 3 a 0, no Pacaembu, o jogador não se priva de tentar aumentar esses números. Até a 17ª rodada, o meio-campista finalizou 19 vezes contra a meta dos adversários.

Defensivamente, ele também  colabora. Considerando desarmes e interceptações, o camisa 21 tem 38 roubadas de bolas. Pituca, porém, não alivia quando precisa chegar junto na marcação. O atleta já cometeu 34 faltas, média de duas infrações por confronto, e recebeu seis cartões amarelos.