Em reunião com o elenco, Peres explica investimento feito em Yuri Alberto para evitar insatisfações

Mandatário ainda teve conversa sobre o trabalho de Jesualdo com o superintendente de futebol William Thomas

Eliminado precocemente do Campeonato Paulista, o Santos junta os cacos. Nesta segunda-feira (3), o presidente José Carlos Peres fez uma reunião com jogadores e comissão técnica, além de diretores, para esclarecer alguns pontos. O principal deles diz respeito ao atacante Yuri Alberto, cuja permanência no clube vai custar R$ 10 milhões.

Para não desagradar o elenco, que há tempos convive com atrasos e reduções no pagamento, o dirigente explicou que a conta será quitada com a ajuda de um investidor.

Sobre o futuro do técnico Jesualdo Ferreira, ainda não há definição. A permanência do português não é unanimidade na diretoria.

Uma ala, que tem o superintendente de futebol William Thomas como membro, quer a sequência do trabalho, enquanto uma outra gostaria de uma mudança já, antes do início do Campeonato Brasileiro, para que, caso a postura da equipe não mude, tal troca não precise ser feita com a competição em andamento - o Santos estreia no Brasileirão domingo (9), contra o Red Bull Bragantino, na Vila Belmiro, às 16 horas.

Após a reunião coletiva, os jogadores e a comissão técnica partiram para o treinamento, enquanto Peres, membros do Comitê de Gestão e William seguiram reunidos para debater o trabalho de Jesualdo.

A cúpula alvinegra, neste momento, analisa questões extracampo para sacramentar tudo que envolve a continuidade do trabalho.

Tudo sobre: