EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

20 de Outubro de 2019

Cueva avisa colegas de Santos que, quando tiver chance, não vai sair mais do time

O peruano não pretende ficar mais ausente das listas de relacionados do técnico Jorge Sampaoli

Voltar a jogar pelo Santos após quatro meses afastado animou o meio-campista Christian Cueva. Empolgado com a oportunidade dada pelo técnico Jorge Sampaoli na derrota por 1 a 0 para o Flamengo, o peruano, ainda no ônibus do Peixe rumo ao aeroporto de São Paulo, antes da viagem ao Rio de Janeiro, disse aos companheiros que não quer mais ficar fora do grupo. 

Cueva, já em tom descontraído, ainda avisou aos colegas de meio-campo que, se deixarem ele agarrar as novas chances, não sairá mais do time. 

No segundo tempo do duelo diante do Flamengo, Cueva entrou no lugar de Eduardo Sasha, mas pouco produziu. O atleta, aliás, foi punido com um cartão amarelo depois de uma dividida no meio de campo, que o árbitro interpretou como jogada perigosa. 

Desde que chegou à Vila Belmiro, em fevereiro deste ano, comprado do Krasnodar, da Rússia, por cerca de R$ 26 milhões, Cueva esteve presente em 17 jogos. Porém, não balançou as redes adversárias, tampouco deu assistências. Além disso, ele ainda não disputou uma partida inteira pelo Peixe. 

O camisa 8 do Santos ainda precisou conviver com um problema familiar recentemente. A  filha Gianna Pamela nasceu prematura e ficou internada. Devido à situação, Cueva precisou viajar para acompanhar a mulher e o bebê. A criança, entretanto, recebeu alta médica e já está em casa.

Tudo sobre: