EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

13 de Julho de 2020

Conselho Deliberativo do Santos reprova contas de 2019

Reunião por videoconferência contou com a participação de 172 conselheiros do clube

Em reunião realizada na noite desta terça-feira (30), por meio de videoconferência, os membros do Conselho Deliberativo do Santos seguiram a recomendação da Comissão Fiscal (CF) e reprovaram as contas do clube referentes ao ano de 2019.

Dos conselheiros que participaram da reunião, 151 foram a favor do parecer, 10 contra e 11 se abstiveram. 

A CF sugeriu a reprovação  por conta de uma série de ações consideradas irregulares, em que pese o superavit de R$ 23,5 milhões. Uso indevido do cartão corporativo e pagamento de comissões indevido estão entre as irregularidades apontadas pela Comissão Fiscal.

O presidente José Carlos Peres participou do encontro virtual e conversou com os conselheiros. Contudo, a defesa da atual gestão foi feita por Pedro Dória, membro do Comitê de Gestão (CG).

Com a reprovação das finanças, a partir de agora o CG fará reparos e esclarecimentos em relação às contas. Aí, o caso vai para a Comissão de Inquérito e Sindicância (CIS), que vai elaborar um parecer com possíveis punições aos dirigentes.

CIS e Comissão Eleitoral

Além da apreciação das contas de 2019, a reunião desta terça-feira (30) homologou a nova CIS e a Comissão Eleitoral. 
Os novos integrantes da CIS, escolhidos pelo presidente de mesa do Conselho Deliberativo, Marcelo Teixeira, são Vidal Sion, Marília Bonavide, Ricardo de Moraes, Marcelo Prado e Paulo Silvares. 

No encontro também foi homologada a Comissão Eleitoral para o pleito de dezembro, que será composta por Fernando Akaoui, Antonio Aguiar, Cassio Richter, Osvaldo Nico e Roberto Torres.

Tudo sobre: