Com três gols em quatro jogos, Lucas Braga se transforma em carrasco de argentinos na Libertadores

Atacante marcou e abriu o caminho para a importante vitória sobre o San Lorenzo

O bonito gol marcado aos 6 minutos do primeiro tempo, além de abrir caminho para importante vitória do Santos sobre o San Lorenzo, por 3 a 1, em Buenos Aires, nesta terça-feira (6), serviu para o atacante Lucas Braga confirmar o ótimo desempenho contra times argentinos. Desde que chegou ao Alvinegro, o camisa 30 do Peixe disputou quatro jogos contra três equipes da Argentina e marcou contra todos eles. 

Após a partida, o atleta comemorou o fato e disse que espera continuar brilhando frente ao hermanos. 

“É uma feliz coincidência. São adversários que me trazem boas lembranças e espero continuar tendo essa sorte”, falou Lucas Braga.

O primeiro sinal de que sua estrela brilha contra os argentinos acendeu em 20 de outubro do ano passado, contra o Defensa y Justicia, na Vila Belmiro, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. Na ocasião, ainda em busca de espaço no elenco, Lucas Braga começou a partida no banco de reservas e só foi a campo aos 12 minutos do segundo tempo, quando a equipe perdia por 1 a 0. 

Voluntarioso, o atacante mergulhou de peixinho na grande área após cruzamento de Pará e acertou uma cabeçada espalmada pelo goleiro argentino. O rebote ficou nos pés de Wagner Leonardo, que cruzou rasteiro para a pequena área, aonde Lucas Braga apareceu para empurrar a bola para o fundo das redes. O gol levou o jogador às lágrimas, pois foi a primeira vez que ele marcava em uma competição internacional.  

Contra o Defensa y Justicia, Lucas Braga marcou o seu primeiro gol na Libertadores

Oportunista e desconcertante

Mais tarde, em 13 de janeiro deste ano, na Vila Belmiro, Lucas Braga, depois de passar em branco na Bombonera, deixou a sua marca diante do Boca Juniors, na vitória do Santos por 3 a 0 que carimbou a classificação da equipe à final da daquela edição da competição. 

Frente aos boquenses, Lucas Braga aproveitou a linda jogada individual e a assistência de Marinho para marcar o terceiro gol do Peixe, aos 6 minutos do segundo tempo.

Diante do Boca Juniors, o atacante marcou o gol que sacramentou a vitória santista

Passados quase três meses do embate com o Boca Juniors, novo encontro com um adversário argentino e mais um gol do atacante de 24 anos. Desta vez, frente ao San Lorenzo, e em Buenos Aires. 

Diferente das outras duas vezes que balançou as redes, quando demonstrou oportunismo para marcar, o gol desta terça-feira saiu após um drible desconcertante no marcador e um indefensável chute cruzado.

Tudo sobre: