EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

15 de Dezembro de 2018

Com jogadores apalavrados, Santos espera resposta de Abel para bater o martelo, diz Renato

O novo executivo de futebol do Peixe espera um posicionamento do treinador até o fim desta semana

Agora dono de uma sala no CT Rei Pelé, Renato, o novo executivo de futebol do Santos, já trabalha para organizar e agilizar o planejamento da equipe para 2019. E a sua primeira missão no cargo é, junto com o presidente José Carlos Peres, acertar a contratação de um treinador. Abel Braga é o plano A  e, segundo o ex-volante, o clube aguarda uma definição do treinador até o final da semana para definir contratações que estariam encaminhadas.

“Queremos decidir o quanto antes para não perdemos tempo. Temos alguns nomes de jogadores apalavrados, mas precisamos do aval do treinador. Para não perdermos esse tempo, esperamos uma resposta do Abel até o final desta semana. Na reunião que o presidente teve com ele – na semana passada no Rio de Janeiro – não foi estipulado prazo, mas esperamos o bom senso dele para essa definição. Queremos concluir isso. E, caso ele não venha, vamos iniciar conversas com outros nomes”, disse o dirigente santista em entrevista para A Tribuna On-line.

A demora no posicionamento do treinador não faz Renato enxergar um desinteresse por parte de Abel em relação Santos. Na sua visão, o técnico está livre no mercado e isso faz com que vários clubes queiram contratá-lo. Portanto, seria natural um período de avaliação por parte dele. 

"O Abel é um cara vitorioso e está livre no mercado. A gente sabe o tamanho da procura que um profissional desse desperta. Ele sempre vai ter mercado e sempre vai receber propostas. Creio, inclusive, que não tenham sido só o Santos e o Flamengo que o procuraram. Mas, independentemente disso, seguimos otimistas", acrescentou o executivo de futebol do Santos. 

Liberdade 

Efetivamente no cargo desde a última segunda-feira (3), Renato ainda não teve a oportunidade de conversar com Abel Braga. Porém, revela que se isso for necessário já tem carta branca de José Carlos Peres. O dirigente, inclusive, já indicou nomes para o presidente, caso as tratativas com o plano A não tenham um desfecho positivo. 

“Já conversei com o presidente e ele me deu total liberdade para conversar com o Abel e, se for o caso, com outros nomes. Quando as conversas entrarem nas questões de números, dependendo do que for pedido, vou sentar e conversar com ele. Já cheguei a indicar alguns nomes e, juntos, fizemos uma análise. Sempre pensando em alguém que trabalhe com a base. O Santos permite isso. A base vai estar sempre com o profissional. Mas ainda não telefonei para ninguém. Vamos esperar a resposta do Abel”, concluiu.