EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

26 de Maio de 2019

Com atacante de fora 'inviável', Santos se volta para o mercado interno

Curto prazo para o fechamento da janela dificulta a contratação de um reforço internacional

O desejo do presidente do Santos, José Carlos Peres, de fechar nesta quarta-feira (3) a contratação de algum centroavante vindo do exterior não irá se concretizar. Em rápido contato com a A Tribuna On-line, o mandatário santista afirmou que, devido ao curto prazo para o fechamento da janela de transferências internacionais, ficou “inviável” sacramentar alguma transação internacional. 

A janela de transferências para jogadores que estão fora do Brasil se encerra às 23h59 desta quarta-feira.

Na noite desta terça-feira (2), após a reunião do Conselho Deliberativo, na Vila Belmiro, Peres afirmou que havia negociações em andamento e, por isso, a madrugada seria determinante para a conclusão de alguma contratação. 

Assim, o Peixe voltará seus olhos para o mercado interno. Um nome que interessava ao presidente alvinegro era o de Ricardo Oliveira, do Atlético-MG. Porém, como o Galo não abriu negociações e pediu o valor da multa rescisória, o departamento de análise de desempenho do clube, coordenado pelo analista Bebeto Sauthier, terá a incumbência de encontrar um nome que agrade ao técnico Jorge Sampaoli. 

A contratação de um centroavante é um antigo pedido do treinador argentino para a sequência da atual temporada. Atualmente, o elenco alvinegro conta com os centroavantes Felippe Cardoso e o jovem Kaio Jorge, revelado no clube. Entretanto, Sampaoli quer um atleta que chegue para assumir a camisa 9 e assuma a titularidade.