EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

19 de Agosto de 2019

Bryan Ruiz pede para sair do Santos, que não deve impor dificuldades

Meio-campista alega problemas de adaptação ao futebol brasileiro e constantes dores nas costas

Sob a justificativa de não ter se adaptado ao futebol brasileiro e de sentir constantes dores nas costas, o meio-campo Bryan Ruiz pediu ao presidente do Santos, José Carlos Peres, para deixar o time da Vila Belmiro. A informação foi publicada inicialmente pela Gazeta Esportiva e confirmada por A Tribuna On-line. 

Conforme o apurado por A Tribuna On-line, o costarriquenho ainda alegou ao mandatário alvinegro que a sequência de treinamentos neste início de temporada agravou as dores que já vinham incomodando o meia desde o ano passado. 

Bryan Ruiz também garantiu a Peres que não está deixando o time da Vila Belmiro para assinar com nenhum outro clube. A intenção do meio-campista é voltar para o seu país, cuidar da lesão e só depois disso pensar voltar a jogar. 

Decidido a ir embora, o meio-campista também sugeriu que o clube só lhe pagasse as férias, que o elenco deve receber ainda nesta semana, e os direitos de imagem, que, de acordo com a cúpula santista, estão em vias de serem pagos.

O mandatário alvinegro apresentou o pedido de Bryan Ruiz na reunião do Comitê de Gestão, realizada na última terça-feira (8), na Vila Belmiro, aos membros presentes. E, de maneira unânime, a solicitação de Bryan Ruiz foi aprovada, pois a diretoria entende que essa é uma boa hora para abrir uma vaga de atletas estrangeiros no elenco. 

Sem deixar saudades

Bryan Ruiz foi contratado no segundo semestre de 2018, após o seu contrato com o Sporting, de Portugal, chegar ao fim e não ser renovado. A sua chegada ao Santos ocorreu após a Copa do Mundo Rússia, onde atuou pela seleção do seu país. 

Com a camisa alvinegra, o costarriquenho não correspondeu. Pouco aproveitado pelo técnico Cuca, Bryan atuou em apenas 12 jogos, sendo apenas três como titular e sacado durante as partidas. Os números de Bryan Ruiz também foram discretos. O jogador não marcou nenhum gol pelo Peixe e foi o autor de apenas duas assistências.