EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

17 de Agosto de 2019

Apresentado no Flamengo, Bruno Henrique afirma que deixou o Santos pela porta da frente

Atacante diz que a culpa por Sampaoli não ter conhecimento da sua ausência contra a Ferroviária foi da diretoria

Apresentado no Ninho do Urubu como jogador do Flamengo, na tarde desta quinta-feira (24), o atacante Bruno Henrique, vendido ao rubro-negro carioca pelo Santos por R$ 23 milhões, não acredita que tenha deixado o time da Vila Belmiro pela porta dos fundos.

Segundo o jogador, o fato de o técnico Jorge Sampaoli só ter tomado conhecimento de que não poderia utilizá-lo na manhã da partida de sábado (19), quando o Peixe venceu a Ferroviária por 1 a 0 na abertura do Campeonato Paulista, ocorreu por falha de comunicação dos dirigentes do Santos com o treinador. 

"Sinto que eu saí do Santos pela porta da frente. Onde já se viu o clube vender o jogador e o próprio clube não comunicar ao treinador? Eu acho que não saí pela porta dos fundos. Fiz o meu melhor. Ia jogar vendido? Ninguém joga. Fizeram esse problema todo em cima de mim. Mas dei meu melhor lá, agora é vida que segue", declarou o atacante. 

Além da quantia financeira, que o Peixe irá receber em três parcelas, o Flamengo irá ceder o volante Ronaldo por empréstimo de um ano. Ao fim do vínculo, caso queira a continuidade do atleta, o Santos terá que pagar 3 milhões de euros (cerca de R$ 12 milhões na cotação atual).