EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

12 de Dezembro de 2018

Após atuação de gala no Maracanã, Gabriel volta ao estádio para reencontrar Dorival Junior

Da última vez que esteve no Rio de Janeiro com o Peixe, o atacante marcou três gols

A partida desta quinta-feira (15), contra o Flamengo, às 17 horas, marcará o retorno do atacante Gabriel ao Maracanã. Da última vez em que pisou no gramado do estádio carioca, o camisa 10 do Peixe teve uma atuação de gala, com direito a três gols, e protagonismo total na vitória do time da Vila Belmiro sobre o Vasco, por 3 a 0.

Antes disso, aliás, o Maracanã já era considerado um lugar especial pelo jogador. Foi lá que ele ajudou a seleção brasileira a conquistar a primeiro ouro olímpico da história, na Rio 2016, diante da Alemanha. Por conta de tudo isso, Gabriel conta as horas para encarar o Rubro-Negro carioca. 

"O Maracanã tem sido um palco especial mesmo. Até pela conquista do ouro olímpico e, depois, esses três gols (contra o Vasco). Mas, apesar disso, a motivação é a mesma de sempre. Estaremos diante de um grande time e esperamos estádio cheio. É um sonho jogar no Maracanã cheio contra uma equipe enorme e que está bem na competição. A motivação é enorme", disse o artilheiro do Campeonato Brasileiro com 16 gols

Além do retorno ao Maracanã, a partida marcará o reencontro de Gabriel com o técnico Dorival Junior. Os dois trabalharam juntos no Santos, em 2016, antes do atleta se transferir para a Inter de Milão, da Itália. Na época, o treinador chegou a aconselhar o atacante a não ir para o futebol europeu naquele momento por entender que ele precisava se estabelecer ainda mais no Brasil. 

"Eu escuto todos os conselhos sem problema algum. Foi algo pessoal, que ele entendia como o melhor. Queria que eu ficasse para ajudar. Mas sou muito tranquilo. Escuto a todos. Ouvi conselho dele e de vários. Mas a decisão foi pessoal e familiar. Ele aceitou e foi o primeiro a ganhar uma camisa da Internazionale. É uma pessoal especial e querida por mim, e por todos os jogadores grupos".