EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

17 de Junho de 2019

A caminho do Real Madrid, Rodrygo se despede da torcida do Santos na Vila Belmiro

O atacante foi homenageado com um vídeo no telão do estádio santista no intervalo do clássico contra o Corinthians

Sem poder entrar em campo por não ter sido desconvocado da seleção olímpica do Brasil, que está na final do Torneio de Toulon, na França, o atacante Rodrygo se fez presente no gramado da Vila Belmiro, durante o intervalo do clássico contra o Corinthians, nesta quarta-feira (12), para se despedir do torcedor alvinegro.

Vestido com a camisa 11 do Peixe autografada por todo o elenco santista, o jovem, ao lado dos pais e da irmã caçula, assistiu um vídeo no telão do estádio com depoimentos de Elano, Robinho, Soteldo, Eduardo Sasha, Victor Ferraz além de diversos jogadores das categorias de base que o acompanharam durante toda a sua passagem pelo clube.

Aplaudido por todos os presentes na Vila Belmiro, Rodrygo fez um breve discurso e recebeu uma placa das mãos dos membros do Comitê de Gestão do Peixe Pedro Dória e Matheus Rodrigues, que estavam acompanhados do ex-craque Edu. 

À tarde, Rodrygo concedeu a última entrevista coletiva como jogador do Santos, na Vila Belmiro. Ao lado do presidente José Carlos Peres e do seu pai, Eric Goes, o atleta se disse emocionado por estar deixando o clube que o revelou. 

“Estava me segurando para não chorar. Não é um momento triste, mas passa um filme desde quando cheguei até realizar o sonho de jogar no maior clube do mundo”, disse o camisa 11, às lágrimas.

Trajetória

Vendido ao Real Madrid por 45 milhões de euros (mais de R$ 190 milhões) no meio do ano passado, ainda com 17 anos, Rodrygo estreou nos profissionais do Santos em novembro de 2017, durante a vitória do Peixe sobre o Atlético-MG, por 3 a 1, na Vila Belmiro. 

Desde então, o atacante atuou em outras 82 partidas com a camisa alvinegra. Ao todo, balançou as redes 17 vezes. A  transferência para o clube espanhol foi a maior do futebol da América Latina em todos os tempos. 

A  última atuação de Rodrygo pelo Peixe ocorreu no empate sem gols com o Internacional, no Alçapão Alvinegro. O atleta tinha planos de atuar contra o Timão, mas o imbróglio entre Santos e CBF impediu isso de acontecer.