EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

23 de Abril de 2019

Sem esforço, Palmeiras vence São Caetano e segue invicto no Paulistão

O time de Felipão derrotou o São Caetano por 2 a 0 no último domingo

O Palmeiras voltou a vencer no Campeonato Paulista. No último domingo (27), o time de Luiz Felipe Scolari derrotou o São Caetano por 2 a 0, no estádio Anacleto Campanella, no ABC. Os gols foram marcados por Borja e Luan, um em cada tempo. Na comemoração, o zagueiro palmeirense demonstrou solidariedade aos moradores de Brumadinho (MG), vítimas de tragédia na sexta-feira.

Na próxima rodada, na quarta-feira, o Palmeiras volta a atuar como visitante. Desta vez encara o Oeste, na Arena Barueri. Na quinta, o São Caetano vai a Sorocaba para enfrentar o São Bento. O Palmeiras lidera o Grupo B com sete pontos. Já o São Caetano é o terceiro colocado no Grupo A, com apenas dois. 

Nos confrontos entre as duas equipes em jogos válidos pelo Paulistão, o Palmeiras conquistou a sétima vitória, contra quatro do time do ABC. Também ocorreram três empates. 

O jogo

O Palmeiras foi superior no primeiro tempo, principalmente até os 30 minutos. Teve posse de bola, boa movimentação no ataque (pela direita com Carlos Eduardo, e Dudu pela esquerda) e impôs velocidade ao jogo.

O São Caetano não demonstrou a mesma eficiência defensiva demonstrada na estreia, quando vencia o Corinthians, fora de casa, até sofrer um gol de escanteio nos acréscimos. A estratégia de jogo, desta vez, não ficou clara. 

O time do ABC hesitou entre se defender e esperar o contra-ataque (opção bem-sucedida contra o Corinthians), ou sair para o jogo e atacar o adversário. Acabou não fazendo bem uma coisa, nem outra. 

Aproveitando-se da superioridade, o time de Luiz Felipe Scolari abriu o placar aos 13 minutos. Após lançamento de Moisés ainda no campo de defesa, Borja ganhou do zagueiro na corrida, driblou o goleiro e tocou para as redes, marcando seu segundo gol no torneio, o 32º com a camisa do clube.

Carlos Eduardo quase ampliou o placar nos minutos finais, mas a bola bateu no travessão. Pelo lado do São Caetano, Capa foi uma boa opção, levando sempre perigo pelo lado esquerdo. 

No segundo tempo o São Caetano voltou mais atrevido, buscou o ataque e acabou castigado pelos espaços deixados na defesa. Aos 16 minutos, Diogo Barbosa recebeu lançamento de Dudu, cruzou e Luan tocou de primeira para as redes. Cansado, Carlos Eduardo acabou substituído. Saiu aplaudido justamente. Teve boa movimentação e em duas conclusões esteve perto de marcar o seu gol.

FICHA TÉCNICA

SÃO CAETANO 0 X 2 PALMEIRAS

SÃO CAETANO - Jacsson; Alex Reinado, Joécio, Max e Marquinhos (Bruno Mezenga); Pablo, Vinicius Kiss, Cristian (Ferreira), Capa e Diego Rosa; Rafael Marques (Minho). Técnico: Pintado

PALMEIRAS - Jailson; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Moisés (Bruno Henrique) e Lucas Lima; Carlos Eduardo (Felipe Pires), Dudu (Gustavo Scarpa) e Borja. Técnico: Luiz Felipe Scolari

GOLS - Borja, aos 13 minutos do primeiro tempo; Luan, aos 16 minutos do segundo tempo. 

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araújo.

CARTÕES AMARELOS - Marquinhos, Mayke, Moisés, Luan, Bruno Mezenga. 

RENDA - R$ 340.250,00.

PÚBLICO - 7.584 pagantes.

LOCAL - Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul.