EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

20 de Janeiro de 2020

Torcedor cria filhotes de raposa em casa para 'livrar' Cruzeiro do rebaixamento

Cruzeirense mantinha os bichos em um poleiro. Segundo ele, a intenção de manter os animais silvestres em cativeiro era a de dar sorte ao time no Brasileirão

Um homem de 30 anos, morador da cidade de Mamonas, na zona rural de Minas Gerais, foi flagrado criando filhotes de raposa em casa nesta terça-feira (3). Ao ser abordado por conta da criação ilegal dos bichos, ele afirmou que mantinha os animais em casa para "livrar o Cruzeiro do rebaixamento", por ser torcedor do clube de Belo Horizonte e a raposa ser o mascote da equipe que passa por um momento difícil na Série A do Campeonato Brasileiro.

Segundo informações do GloboEsporte.com, em um primeiro depoimento, o rapaz disse que é cruzeirense fanático e que criava os filhotes por acreditar que dariam sorte para o time, conforme conta o sargento Anselmo Farley Antunes Balieiro, da Polícia Militar Ambiental.

Porém, em uma outra versão, o homem afirma, novamente, ser torcedor do Cruzeiro, mas diz criar os filhotes em casa para "evitar que eles morressem no mato, com o intuito de proteger, cuidar e depois soltar novamente na natureza".

O flagra custará ao cruzeirense uma quantia de R$ 4.800 de multa (R$ 1.600 por cada filhote de raposa). Além disso, ele terá que responder criminalmente por manter animais silvestres em cativeiro sem autorização, como contou a polícia ao GloboEsporte.com.

O Cruzeiro entra em campo na noite desta quinta-feira (5), contra o Grêmio, em Porto Alegre. Décima sétima colocada na tabela do Brasileirão, a Raposa tem 36 pontos somados e ocupa a zona da degola, correndo alto risco de cair para a Série B.

Tudo sobre: