EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

28 de Fevereiro de 2020

Serena, Barty e Osaka vencem com facilidade no Aberto da Austrália

As principais favoritas ao título não decepcionaram nesta quarta-feira, terceiro dia de competições em Melbourne

As principais favoritas ao título do Aberto da Austrália não decepcionaram nesta quarta-feira, terceiro dia de competições em Melbourne. A norte-americana Serena Williams, a local Ashleigh Barty e a japonesa Naomi Osaka venceram com facilidade, sem perder sets. Ao mesmo tempo, a dinamarquesa Caroline Wozniacki adiou sua aposentadoria.

Maior candidata ao título, Serena derrotou a eslovena Tamara Zidansek por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3, em apenas 1h18min. Contra a 70ª do ranking, a nona do mundo não perdeu o saque em nenhum momento do duelo (salvou quatro break points), disparou 25 bolas vencedoras, contra 11 da rival.

No entanto, cometeu mais erros não forçados do que de costume: foram 28, diante de 13 da eslovena. Na terceira rodada, Serena vai enfrentar a chinesa Wang Qiang, algoz da francesa Fiona Ferro por 6/1 e 6/2. Em Melbourne, onde venceu pela última vez em 2017, a norte-americana busca igualar o recorde de títulos de Grand Slam, que pertence atualmente à australiana Margaret Court, dona de 24 troféus.

No embalo da torcida, a local Ashleigh Barty também fez bonito nesta quarta. A número 1 do mundo superou a eslovena Polona Hercog por 6/1 e 6/4. Na terceira rodada, sua adversária será a casaque Elena Rybakina (29ª cabeça de chave), que despachou a belga Greet Minnen por 6/3 e 6/4.

Mesmo irregular, cometendo 30 erros não forçados, Naomi Osaka despachou a chinesa Zheng Saisai por 6/2 e 6/4. A número quatro do mundo e atual campeã em Melbourne vai duelar com a jovem americana Cori Gauff. A tenista de apenas 15 anos avançou na chave ao superar a romena Sorana Cirstea por 4/6, 6/3 e 7/5.

Também exibindo certa irregularidade, a checa Petra Kvitova eliminou a espanhola Paula Badosa por duplo 7/5. Número oito do mundo, ela enfrentará a russa Ekaterina Alexandrova (25ª cabeça de chave), que venceu a checa Barbora Krejcikova por 6/1 e 6/3.

Outro destaque da rodada foi a vitória de Caroline Wozniacki. A ex-número 1 do mundo, que pretende se aposentar ao fim do Aberto da Austrália, adiou sua despedida das quadras ao vencer a ucraniana Dayana Yastremska (23ª cabeça de chave) por duplo 7/5.

Avançaram ainda para a terceira rodada as norte-americanas Sofia Kenin (14ª) e Alison Riske (18ª), a chinesa Zhang Shuai, a alemã Julia Görges e a tunisiana Ons Jabeur.

Em outros válidos pela primeira rodada, em razão dos atrasos na programação devido à chuva, venceram nesta quarta-feira a belga Elise Mertens (16ª), a estoniana Anett Kontaveit (28ª), a russa Anastasia Pavlyuchenkova (30ª), a britânica Heather Watson e a espanhola Carla Suarez Navarro, algoz da bielo-russa Aryna Sabalenka (11ª).

Confusão

A vitória da grega Maria Sakkari (22ª) sobre a japonesa Nao Hibino por 7/6 (7/4) e 6/4, pela segunda rodada, foi marcada por uma confusão nas arquibancadas. A polícia local precisou conter parte dos torcedores da tenista grega. Cerca de 20 pessoas foram retiradas do complexo em razão de "mau comportamento".

"O grupo de torcedores [todos homens] recebeu diversas advertências, do árbitro, dos seguranças e da polícia, durante a partida disputada na Quadra 8. Ao fim da partida, o grupo foi convidado a se retirar do complexo e o fez de forma pacífica", anunciou a polícia local, em comunicado.

Antes, no jogo de estreia do também grego Stefanos Tsitsipas, a torcida do mesmo país havia protagonizado confusão nas arquibancadas, ao atrapalhar o rival do tenista grego. Ao fim do jogo, o próprio Tsitsipas cobrou dos torcedores um comportamento mais adequado na sequência da competição.

Tudo sobre: