Autoridades interditam estádio no Equador e querem retorno do Flamengo ao Brasil

O jogo entre Barcelona de Guayaquil e Flamengo não deve acontecer nesta terça-feira à noite. Onze casos de covid foram registrados no time carioca


O jogo entre Barcelona de Guayaquil e Flamengo não deve acontecer nesta terça-feira à noite. Por causa dos 11 casos de covid-19 dos brasileiros (sete jogadores), a vigilância sanitária equatoriana fez vistoria e interditou o estádio Monumental. Ainda sugeriu a volta imediata do elenco carioca ao Brasil.

Assine A Tribuna agora mesmo por R$ 1,90 e ganhe Globoplay grátis e dezenas de descontos!

Uma carta foi emitida para a Conmebol pelas autoridades do país, avisando que o estádio está interditado até "segunda ordem". A entidade não admitiu, em hipótese alguma o adiamento do jogo da quarta rodada da Libertadores.

"Não sei se é correto ou não, a gente respeita as autoridades. O que a gente pede é para receber um documento oficial. O Flamengo recebeu todos os protocolos (de segurança) da Conmebol", afirmou o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, um dos infestados com o covid-19. "O Flamengo, com calma, depois de receber o documento oficial, verá o que vai fazer. Vamos fazer o que será melhor para Guayaquil, para o Equador e para o Flamengo."

Carlos Luis Salvador, diretor do Município de Guayaquil decretou: "Hoje, o estádio Monumental está inabilitado. Ao menos neste estádio não haverá jogo de futebol entre Barcelona e Flamengo." A prefeita de Guayaquil, Cynthia Viteri, enviou uma comissão sanitária ao hotel onde o Flamengo está concentrado, na cidade, para fazer uma inspeção.

"Ao ser de conhecimento público que um grupo de jogadores do Flamengo testou positivo para a covid, mandei uma equipe do município, integrada pelos departamentos de Saúde, Riscos e Esportes, ao local onde estão hospedados, para executar um informe técnico e decidir as ações a seguir", postou a prefeita

A interdição do estádio foi a maneira encontrada para evitar possível contaminação aos jogadores locais em encontro com os flamenguistas.

Bruno Henrique, Isla, Diego, Filipe Luís, Michael, Matheuzinho e Vitinho são os jogadores, que já estão em quarentena desde o fim de semana e fora do jogo.O médico Marcio Tannure e o ex-zagueiro Juan, funcionário do departamento de futebol, foram diagnosticados nesta terça-feira.

 

Tudo sobre: