Após enfarte, Adilson Batista se recupera e deve deixar UTI no domingo

Estado de saúde do técnico evoluiu e a expectativa é de que não seja necessária cirurgia

O técnico Adilson Batista, internado após sofrer um enfarte nesta quinta-feira (14), deve deixar a UTI no domingo (17) e ir para o quarto, de acordo com informações divulgadas pela sua assessoria de imprensa. O estado de saúde do técnico, de 52 anos, evoluiu, segundo seu médico responsável. Com isso, a expectativa é de que não seja necessária cirurgia.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Adilson foi internado no Hospital Cardiológico Constanini, em Curitiba, cidade onde reside, após passar mal e ser socorrido. Em um primeiro momento, sua assessoria informou que foram necessários dois cateterismos e era esperada, ainda, a realização de uma cirurgia. Entretanto, segundo as últimas informações, a saúde do técnico melhorou e ele só deve precisar ser acompanhado pelas próximas duas semanas.

"Adilson Batista está bem e deverá ser transferido para o quarto amanhã, deixando a UTI. Segundo o médico responsável, ele deverá permanecer em observação por mais duas semanas. Como a resposta foi boa até aqui, talvez não seja necessária a cirurgia", informou a assessoria de imprensa do treinador.

Adilson comandou o Cruzeiro até março de 2020 e atualmente, encontra-se sem clube, após passagens por Corinthians, São Paulo, Atlético-GO, Figueirense, América-MG e Athlético-PR. Ele possui residência em Curitiba.

Tudo sobre: