Goleira Lelê sofre grave lesão no joelho e desfalca seleção brasileira em Paris-2024

Antes, goleira estava convocada para defender a seleção brasileira na inédita disputa da Copa Ouro Concacaf, nos EUA

Por: Estadão Conteúdo  -  11/02/24  -  15:00
Lelê passará por cirurgia e está fora por até 10 meses, perdendo os Jogos Olímpicos de Paris-2024 e a temporada
Lelê passará por cirurgia e está fora por até 10 meses, perdendo os Jogos Olímpicos de Paris-2024 e a temporada   Foto: Reprodução Twitter Corinthians

O técnico Arthur Elias ganhou um desfalque de peso na preparação da seleção brasileira feminina. Jogadora de confiança e titular absoluta do treinador, a goleira Lelê sofreu uma grave lesão no joelho esquerdo, passará por cirurgia e está fora por até 10 meses, perdendo os Jogos Olímpicos de Paris-2024 e a temporada.


Clique aqui para seguir agora o novo canal de A Tribuna no WhatsApp!


Um treino de preparação para a estreia na Supercopa do Brasil, diante do Internacional, neste domingo, acabou se transformando em pesadelo para Lelê, que não escondia de ninguém seu sonho de conquistar uma medalha olímpica em Paris.


"Durante o treinamento do último sábado, a goleira Lelê sofreu uma lesão no joelho esquerdo. Mais tarde, com o auxílio do exame de imagem, foi constatada a ruptura total do ligamento cruzado anterior (LCA)", informou o Corinthians.


A goleira estava convocada para defender a seleção brasileira na inédita disputa da Copa Ouro Concacaf, nos Estados Unidos, entre os dias 20 de fevereiro e 10 de março, e vinha empolgada pela sequência de jogos na equipe nacional.


"Notícia extremamente ruim para a gente. Para ela especialmente. Claro que faz muita falta para a seleção, uma goleira que se preparou muitos anos para ser titular da seleção, entende muito bem do nosso modelo de jogo, as ideias que a gente tem, defensivas e ofensivas, mas faz parte do futebol. Não falei com a Lelê ainda, para mim foi uma notícia que pegou bastante porque acompanhei toda a trajetória dela nos últimos anos, o merecimento. Deixei cair a ficha e vamos nos falar mais tarde. Pessoalmente fico mais triste ainda porque sei o esforço todo que ela fez para chegar a uma Olimpíada. Desejo uma ótima e breve recuperação", lamentou o técnico Arthur Elias, à TV Globo.


Luciana, da Ferroviária, deve ser a titular na competição, na qual o Brasil vai encarar o vencedor de Haiti e Porto Rico, a Colômbia e o Panamá na primeira fase. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda não anunciou o corte de Lelê, o que deve ocorrer nos próximos dias. Arthur Elias vai chamar uma nova goleira. Além de Luciana, ele havia chamado pela primeira vez, Amanda, do Fluminense.


Logo A Tribuna
Newsletter