EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

17 de Junho de 2019

Treinadores de Luiz Diniz elogiam conquista do atleta e falam sobre os próximos passos

Guarujaense foi o único brasileiro a conquistar título no Mundial da China. Haviam outros quatro na disputa

Carmello Seabra e Ademir Silva, treinadores de Luiz Diniz, bicampeão mundial de Stand Up, classificaram a participação do atleta do Guarujá como perfeita. Para eles, todo o treinamento do surfista foi colocado em prática nas águas do mar da China. Diniz conquistou o bicampeoanto da categoria, no último dia 26, ao vencer o australiano Harry Maskell.

“Treinamos muito para que ele tivesse 100% de aproveitamento. Só na semifinal que ele passou em segundo, mas passou o resto em primeiro e muito bem”, analisou Carmello, em entrevista para A Tribuna On Line.

O técnico conta que o título de Luiz só foi confirmado faltando 20 segundos para o término da bateria final. Isso aconteceu porque o surfista australiano, que ficou com a prata, conseguiu emplacar uma boa onda faltando poucos minutos de prova.

“Foi 200% emocionante. Faltando três minutos para a final acabar, o australiano conseguiu uma onda muito boa e passou para a primeira posição. O Luiz, então, entrou na água e pegou uma onda em que ele remou ao contrário dos outros competidores. Ele conseguiu fazer uma manobra e, faltando 20 segundos para acabar a competição, ele conseguiu tirar 9,5 e ficou com título”, disse Carmello.

Ademir Silva, que também fez parte da comissão técnica de Luiz, passou mais detalhes do treinamento aplicado pela equipe. “Ele (Luiz) teve uma preparação de Crossfit, com Mário Sérgio, na praia, comigo e uma parte psicológica com a médica dele, Gabriela. Às vezes eu briguei com ele”.

O treinador ainda revelou que passou conselhos para que ele conseguísse ter foco máximo "Sempre falei para ele: está na bateria ou no evento, se foque, seja frio. Depois, quando estiver na areia com todo mundo, você pode sorrir tranquilo".

Luiz não terá tempo para comemorar, pois tem mais dois campeonatos em 2018 (Foto: Sean Evans/ISA)

Próximas competições

O guarujaense não terá tempo de descanso depois da conquista do bicampeonato na China. Segundo Carmello, Luiz sai da China dia 2 de dezembro e já vai para o Peru se preparar para a disputa do PASA, competição classificatória para os Jogos Pan-Americanos de 2019, que acontece de 2 a 8 dezembro.

“Ele vai passar no Brasil só para trocar de prancha e já parte em viagem ao Peru. Mesmo ele já tendo garantido a vaga para o Pan-Americano, por causa da conquista do Mundial da China, ele vai disputar normalmente. Lá (Peru) tem uma onda favorável a ele”, comentou Carmello.

Depois de disputar o PASA, Luiz ainda terá a competição mais importante do ano: o APP Tour, que vai acontecer em Las Palmas, na Espanha, entre os dias 11 e 20 de dezembro.

 “Depois do Peru tem o APP Tour, que é um circuito mundial que envolve os melhores do mundo. O Luiz está em terceiro do ranking e tem fortes chances de ganhar o título”, completou Seabra.