EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

21 de Janeiro de 2019

Campeã do Neymar Jr's Five, Fernanda Peinado comenta 1ª temporada nos Estados Unidos

Jogadora de Guarujá se mudou em junho, e contou sua experiência

Fernanda Peinado, de 25 anos, moradora de Guarujá, trocou a terra natal por Concórdia, no estado americano do Kansas, para poder realizar o sonho de se tornar jogadora profissional de futebol. Segundo ela, isso precisou acontecer por não haver no Brasil tanto investimento na categoria como na masculina. A atleta, recentemente, integrou o time feminino campeão do Neymar Jr's Five (campeonato de futebol amador). 

“Infelizmente, aqui no Brasil não tem como fazer carreira, porque o país não prioriza o futebol feminino. O esporte tem um futuro incerto. Um dia o clube existe, e no outro não. Como estou com 25 anos, quero trabalhar com alguma coisa concreta, e que exista”, disse.

Com passagens pelo time do Santos, São Vicente, Ponte Preta e XV de Piracicaba, Fernanda contou que sua ida para os Estados Unidos começou por meio de uma simples proposta.

“Uma agente me fez a proposta desse intercâmbio entre Brasil e Estados Unidos, e eu falei o que queria encontrar no exterior para pode jogar lá. Ela conseguiu, e eu aceitei a oferta”, comentou Fernanda.

Fernada disputou 17 jogos, marcou 18 gols e deu cinco assistências (Foto: Cloud T Birds/Divulgação)

Rotina 

Em solo americano desde junho, a atleta de Guarujá está defendendo o Cloud T Birds, com sede em Concórdia. Além de atuar como jogadora, Fernanda também conseguiu uma bolsa de estudos – por causa do esporte – para fazer Educação Física na mesma cidade em que mora.

“Minha rotina é acordar 8h30, ir à aula e ficar até 12h30 estudando. Depois, vou para o clube e fico treinando. Se não estiver chovendo ou nevando, fazemos atividades no campo de gramado artificial ou natural. Caso o tempo esteja ruim, vamos para a parte interna”, explicou.

Segundo dados divulgados no site do Clouds, Fernanda disputou 17 jogos, sendo 13 como titular, marcou 18 gols e deu cinco assistências.

Questionada sobre seu sonho no esporte, ela disse que almeja chegar ao time profissional e fazer carreira. “Meu sonho é jogar profissionalmente futebol. Só de ter ido para os Estados Unidos e conseguir jogar, já vejo uma possibilidade muito grande disso acontecer”, completou.