Eleição para a presidência do Condesb é adiada para março

Informação inicial dada pelo prefeito de São Vicente, Pedro Gouvêa (MDB), chefe do Conselho, era de que o pleito seria realizado nesta terça-feira (26)

A eleição que vai definir o novo presidente do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb) foi adiada para 13 de março. A informação foi confirmada para A Tribuna On-line pelo secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

Inicialmente, o atual chefe do Conselho, o prefeito de São Vicente, Pedro Gouvêa (MDB), havia dito que a eleição para o próximo presidente seria no dia 26, última terça-feira de fevereiro, quando costumeiramente são realizadas as reuniões do órgão.

O Condesb é formado pelos nove prefeitos da Baixada Santista e nove representantes do Governo do Estado. Os trabalhos são gerenciados pela Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem), órgão vinculado à Subsecretaria de Assuntos Metropolitanos que, hoje, está vinculada à pasta de Desenvolvimento Regional.

O pleito de março contará, também, com a presença do próprio Marco Vinholi. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Regional, a Agem já estava ciente para não formalizar a eleição como pauta da reunião desta terça-feira.

Ainda de acordo com a pasta, a Agem já havia providenciado, desde a última quinta-feira (21), o adiamento desta reunião. De acordo com o governo estadual, é necessário tempo para atualizar, também, os representantes do estado no Condesb.

Convênios e Agem

A Secretaria de Desenvolvimento Regional também rebateu a fala do prefeito Pedro Gouvêa, em entrevista publica na última sexta-feira (22) em A Tribuna On-Line.

Em relação à suspensão dos convênios entre as cidades da região e o governo estadual, Gouvêa disse que solicitou, em caráter emergencial, uma reunião para que os prefeitos da Baixada Santista fossem ouvidos e pudessem discutir sobre todos os cancelamentos. No entanto, ele não teria obtido uma resposta do governador João Doria (PSDB). "Ele ainda não deu importância para a nossa região, conforme é a nossa expectativa", falou o prefeito vicentino.

De acordo com a pasta, a solicitação do chefe do Condesb foi recebida, e foi pedido a ele que dissesse uma data para a reunião, mas que não houve resposta por parte do emedebista.

Já segundo a Agem, a Secretaria de Desenvolvimento Regional esclareceu que o novo diretor-executivo da agência deve ser definido nos próximos dias.

Tudo sobre: