EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

14 de Dezembro de 2019

90 anos com fôlego de jovem

Santista Class Óptica ainda é uma referência para a cidade que a viu crescer

O ano, 1929, foi inesquecível pelos piores motivos. A queda da produção industrial nos Estados Unidos levou à quebra da Bolsa de Valores de Nova Iorque no final do mês de outubro. A crise chegou com força ao Brasil e, também, ao porto de Santos, por onde escoava o café brasileiro, duramente afetado com a quebra da bolsa.

Mesmo com tanta incerteza, um novo negócio ensaiava seus primeiros passos em Santos. O endereço escolhido foi a Rua Dom Pedro II, uma das mais tradicionais do Centro da cidade. Foi ali que começou a história de sucesso de uma das óticas mais tradicionais do país, que completa 90 anos justamente este mês: a Santista Class Óptica.

O idealizador da então Óptica Santista, João Garcia Morente, já tinha na época a preocupação que marcou toda a história do estabelecimento. A qualidade dos serviços prestados tinha que ser indiscutível. Para isso, ele importava materiais das principais empresas fornecedoras do setor, como American Optical, Bausch & Lomb (EUA), Carl Zeiss e Marvitz House (Alemanha) e Essilor (França).

A pouca oferta no Brasil, somada às limitações técnicas da época, não deixava outro caminho; assim, a Óptica Santista foi se destacando por sempre conseguir oferecer o melhor para os seus clientes. Em 1974, inaugurou sua filial no número 225 da Av. Ana Costa, um prédio construído especialmente para receber os mais modernos equipamentos que o mundo da ótica poderia oferecer na época, tornando-se referência na América do Sul, especialmente na fabricação de lentes acrílicas. Era um material novo que acabava de aparecer na Europa, mas praticamente desconhecido por aqui e muito mais leve que o tradicional cristal.

Em 1992, João Morente decidiu que era hora de se afastar dos negócios e dividiu a empresa entre as duas filhas. A filial da avenida Ana Costa 225, passa a se chamar, então, Santista Class Óptica, contando com laboratório e setor administrativo independente e autossuficiente.

Atualmente, sob a gestão de seu neto e, também, responsável técnico, Marcio Garcia Groegel, a Santista Class realiza constantes investimentos em equipamentos e tecnologias de última geração, reconhecidos e homologados pelos principais fabricantes de lentes e armações. Seu laboratório, totalmente remodelado em 2017, permite a confecção de lentes mais leves e finas com alta qualidade e precisão.

“É muito satisfatório dar continuidade a tudo aquilo que meu avô idealizou. Faço questão de participar da produção de cada par de lentes e da escolha de cada armação. É muito gratificante e motivador conseguir melhorar a qualidade de vida daqueles que nos procuram.”, afirma ele.

Se depender dos santistas, a Óptica que traz o orgulho de ser da cidade no próprio nome, ainda terá muitos e muitos aniversários para comemorar.

Tudo sobre: