EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

23 de Março de 2019

Roberto Debski

Roberto Debski mora em Santos, é médico formado pela Faculdade de Ciências Médicas de Santos e psicólogo formado pela Universidade Católica de Santos. É especialista em acupuntura e homeopatia pela Associação Médica Brasileira, pós graduado em Atenção Primária à Saúde e tem diversas formações em Práticas Integrativas e Complementares, Meditação, Constelações Familiares Sistêmicas, EMDR e Coaching. Com foco na saúde física, mental e Qualidade de Vida, estimula a mudança no comportamento, no estilo de vida e na consciência, a fim de melhorar os resultados dos tratamentos clínicos, dos relacionamentos interpessoais e do bem estar.

Alimentos para o corpo e para a alma!

“Melhorem sua alimentação”, “comam mais verduras, legumes, frutas e grãos integrais”, “evitem alimentos refinados e industrializados”, são conselhos de 10 entre 10 profissionais que cuidam da saúde e do bem-estar, aos seus clientes, com a finalidade de promover a saúde, prevenir ou tratar doenças.

O que não se ouve muito é que a alimentação é algo que vai bem além dos alimentos que ingerimos, e há diversos níveis de nutrição.

Tudo o que ingerimos, assistimos, falamos e fazemos faz parte da nutrição das nossas emoções e da nossa alma, e influencia a saúde tanto quanto os alimentos que ingerimos diariamente.

Sendo assim, quando buscamos saúde integral, além dos alimentos para o corpo físico devemos atentar para tudo o mais que nos nutre cotidianamente.

Vamos refletir sobre uma importante lista de nutrientes essenciais para a Vida saudável:

Do que você se alimenta diariamente?

- Pensamentos:

De quais pensamentos você se nutre diariamente? Tem sua atenção e gera espontaneamente para pensamentos otimistas ou pessimistas, de saúde ou doença, de alegria ou medo, do que quer conquistar ou do que quer evitar?

- Pessoas:

Com quais pessoas compartilha seu dia? Aprecia e se nutre da companhia de pessoas compassivas, amigas, amorosas, que bendizem, que prezam as trocas equilibradas e te colocam para cima, ou pessoas que te colocam para baixo, competem, invejam e praticam a maledicência?

- Música:

Que tipo de música ouve? Músicas que enfatizam o amor saudável, as boas qualidades, os relacionamentos que enriquecem ou músicas com temática agressiva, vulgar, que deprecia as pessoas?

- Programas. filmes e livros:

Quais programas e filmes assiste e quais livros lê? Aqueles que apresentam temas relativos às boas qualidades humanas, o autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, a ajuda, amor e amizade, ou aqueles que focam nas fofocas, tragédias e crimes, no sofrimento, na falta de respeito ao ser humano.

- Ambientes:

Quais ambientes frequenta? Locais frequentados por pessoas que priorizam a amizade, a cooperação, que elevam as pessoas e trazem tranquilidade ou locais nos quais as pessoas não se importam com você e uns com os outros, em que há inveja, traições e competição, inimizades e frivolidade?

- Fala:

Quais palavras e frases costuma falar? Aquelas que elevam, valorizam, apoiam, nutrem o coração e a alma ou palavras que põe para baixo, eliciam emoções negativas, ferem aquele que ouve?

Faça sua sincera auto avaliação, e se encontrar algo que realmente vem te fazendo mal, reconsidere se deve continuar se nutrindo desses nutrientes prejudiciais que fazem parte de sua lista diária, e avalie se pode trocá-los por outros mais nutritivos e saudáveis para sua vida.

E alimente-se sempre de muita Gratidão.

Quando nos conectamos com o sentimento e a vibração da gratidão, por tudo e por todos, por aquilo que julgamos bom e até por algo que não queríamos e nos fez sofrer, aprenderemos com todas as experiências, aprendendo a valorizar todos os momentos e priorizar tudo o que nos coloca no caminho da saúde física, mental e espiritual, como seres completos que somos, a serviço da Vida!

Roberto Debski

Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.