EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

22 de Janeiro de 2019

Homem é autuado em mais de R$ 3 mil por manter animais silvestres em cativeiro

Flagrante foi feito em residência do bairro Rocio, em Iguape, no Vale do Ribeira. Animais foram apreendidos

Equipes da Polícia Militar Ambiental desmancharam um cativeiro de animais silvestres, em Iguape, no Vale do Ribeira. Pelo menos seis aves e um jabuti foram encontrados em gaiolas dentro de uma casa. O responsável pela residência foi autuado em flagrante em mais de R$ 3 mil por crime ambiental.

A descoberta ocorreu durante patrulhamento no bairro do Rocio, informou a polícia nesta terça-feira (25). Ao chegaram na Rua Tucano, altura do número 35, notaram duas aves conhecidas como 'coleirinhos' e 'papa-capim'.

Eles chamaram o responsável pela residência que, indagado sobre a presença de outros animais em cativeiro, permitiu a entrada das equipes para buscas. Lá, foram achados outros dois canários da terra, um pitassilgo, uma maitaca verde e um jabuti.

Uma ave e um jabuti estavam feridos e precisaram de cuidados (Foto: Diculgação/ Polícia Ambiental)

Todos os animais, que não possuíam autorização para permanecerem em cativeiro, foram apreendidos e encaminhados para a base do 3º pelotão da Polícia Ambiental. A maitaca verde, que tinha lesões em ambos os olhos, foi levada para uma ONG que cuida de animais na região, bem como o jabuti.

Os demais animais em melhores condições foram soltos no Parque Municipal Morro do Espia, em Iguape. O homem foi multado em flagrante por crime ambiental, no valor de R$ 3.500,00, e responderá pelo crime em liberdade.