EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

9 de Dezembro de 2019

Doria cumpre agenda no Vale do Ribeira referente ao programa Vale do Futuro

Esta será a primeira visita do governador à região após anunciar o programa de desenvolvimento, em outubro

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), cumprirá uma extensa agenda de compromissos no Vale do Ribeira nesta terça-feira (12). A visita diz respeito ao Programa Vale do Futuro, projeto de políticas públicas para impulsionar ações de desenvolvimento econômico e social da região.

Esta será a primeira vez de Doria no Vale após ter anunciado, em outubro, o programa que vai investir R$ 2 bilhões nos 22 municípios da região. São eles: Cananeia, Ilha Comprida, Itapurã Paulista, Pedro de Toledo, Itariri, Itaóca, Apiaí, Registro, Juquiá, Cajati, Iporanga, Barra do Turvo, Barra do Chapéu, Iguape, Tapiraí, Jacupiranga, Sete Barras, Ribeira, Miracatu, Pariquera-Açu, Eldorado e Ribeirão Grande.

O primeiro compromisso do governador ocorre a partir das 10h, em Registro, onde acontecerá o primeiro mutirão do Empreenda Rápido, que contará com serviços como linhas de crédito pelo Banco do Povo e atendimento do Sebrae-SP. Também serão entregues os primeiros títulos de imóveis rurais do Programa de Regularização Fundiária em Terras Devolutas Estaduais.

Ainda em Registro, Doria fará o lançamento do Programa Prospera, iniciativa para 4 mil jovens entre o 9º ano do Ensino Fundamental e o 3º ano do Ensino Médio da rede estadual de ensino terem uma oportunidades profissional. No período da tarde, o governador terá compromissos nas cidades de Iguape e Miracatu.

Vale do Futuro

Lançamento do Programa Vale do Futuro na Capital (Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo)

A iniciativa do Governo do Estado foi baseada em um levantamento feito pelo Codivar, Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal do Vale do Ribeira e Litoral Sul, em 2018. Os estudos do plano estratégico duraram nove meses e, durante o período, municípios e lideranças da região foram ouvidas.

A expectativa é que o programa aconteça em três etapas: a primeira terá o prazo de 12 meses, a segunda em um médio prazo, até 2022, e a terceira até 2030, alinhado ao plano da Organização das Nações Unidas (ONU) de erradicação da pobreza.

Com o objetivo de elevar esses números, diversas frentes da região serão beneficiadas por meio do programa. Entre elas, estão as áreas da saúde, educação, infraestrutura, segurança pública, habitação, turismo e, inclusive, obras nas rodovias.

Durante o lançamento, João Doria explicou que, até o fim de sua gestão, em 2022, a região receberá R$ 2 bilhões em investimentos. Metade do valor será oferecida pelo Governo do Estado, e a outra metade pela iniciativa privada.

Tudo sobre: