Corpo de pai que morreu afogado com a filha é achado em rio de Iguape

Sem saber nadar, Anderson do Nascimento tentou socorrer Maria Rita, de 9 anos, mas acabou falecendo junto à criança. Além dele, outros dois amigos não sobreviveram

Foi encontrado, neste sábado (18), o corpo de Anderson Pires do Nascimento, de 41 anos, o pai que morreu afogado junto à filha, Maria Rita Farias do Nascimento, de 9 anos, no Rio Ribeira de Iguape. O homem tentava socorrer a criança, que brincava na água quando caiu em um buraco, com mais dois amigos. Nenhum sobreviveu.

O corpo do pai de Maria Rita foi localizado boiando próximo a desembocadura do Rio Ribeira de Iguape, de acordo com informações do Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar), apuradas por ATribuna.com.br. O corpo ficou aos cuidados do policiamento de área do município até a chegada do IML e familiares para o reconhecimento.

Oriundo do interior de São Paulo, o grupo passava alguns dias de folga no Vale do Ribeira quando ocorreu o acidente, na tarde da última quinta-feira (16). Mesmo sem saber nadar, Anderson se jogou no rio para tentar salvar a filha.

Além dele, Jair Antunes Rodrigues, de 65 anos, e Alexandre Pereira, de 42, também pularam na água para tentar prestar socorro, mas acabaram todos sendo puxados pela correnteza. Os amigos chegaram a ser socorridos, mas morreram em uma unidade de saúde. O corpo da menina foi encontrado horas depois.

Tudo sobre: