CLUBE IMPRESSO ACERVO COVID
Bolsonaro diz que pode adiar ida ao Vale do Ribeira se Doria ampliar restrições
Presidente disse que governador de São Paulo pode ir com ele à região e que até daria a palavra a ele
Por: Do Estadão Conteúdo  -  31/07/20  -  02:03
Atualizado em 31/07/20 - 02:06
Bolsonaro deve cumprir agenda na Baixada Santista nesta sexta-feira   Foto: Alan Santos /PR

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (30), que pode adiar a dia ao Vale do Ribeira, na próxima semana, se o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) ampliar as restrições na região por causa da covid-19. Bolsonaro, no entanto, afirmou que quer convidar Doria a ir com ele, de helicóptero, ao local.


"Pela segunda vez, o senhor governador de São Paulo, sua excelência, João Doria, nada a ver com a minha ida lá, mas iria baixar um decreto transformando por um tempo, não sei quanto, em área vermelha o Vale do Ribeira. Se isso acontecer, vou ser obrigado, mais uma vez, a adiar minha ida ao Vale do Ribeira", afirmou.


Bolsonaro disse que Doria pode ir com ele à região e que até daria a palavra a ele. "Está convidado, não tem problema político comigo. Pode falar", disse.


O presidente declarou também que todo político está sujeito a vaias. "Quem não quer perceber isso, que não se candidate e fique em casa."


Nesta quarta-feira (30), a secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patricia Ellen, afirmou o Vale do Ribeira é a região que inspira maior cuidado no momento pelo avanço do novo coronavírus no Estado. Ellen afirmou que o governo de São Paulo analisa fazer "uma classificação extraordinária para a região".