EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

15 de Agosto de 2020

São Vicente muda protocolos de controle dengue para o período de quarentena

Medida adotada pelo Poder Público é necessária para garantir a segurança das equipes e munícipes contra o novo coronavírus

A prefeitura de São Vicente adotou uma série de ajustes no protocolo do controle da dengue na Cidade. As alterações são necessárias para garantir a proteção às equipes e aos munícipes durante o período de pandemia. As regras permitem a continuação do trabalho de combate ao aedes aegypti.  

Com as mudanças, os agentes de controle de endemias não devem acessar o nas casas dos vicentinos, limitando a ação à parte externa das residências. De acordo com o chefe do Departamento de Controle de Doenças Vetoriais (Decodove), Fábio Lopez, a equipe que realiza a limpeza vai direto ao local para tentar bloquear a transmissão.  

“Esse bloqueio permite que se trabalhe na quadra onde tem o caso suspeito ou confirmado de arbovirose (dengue, zika ou chikungunha). É feito o mapeamento e posteriormente a quadra onde há a suspeita e mais oito quadras em volta são limpas. Essa é a área de atuação do mosquito”, detalha  

No caso de domicílios que tenham moradores com sinais ou sintomas da Covid-19, as equipes orientarão sobre a prevenção e a proliferação do aedes aegypti, mas não entrarão nos imóveis.  

Já as residências que tenham moradores com mais de 60 anos, não receberão a visita das equipes, mas haverá orientações para a prevenção contra o mosquito.  

Nos locais onde for encontrado foco de arbovirose, os agentes deverão descartar de forma segura as luvas de trabalho na própria residência. 

Já pontos estratégicos e imóveis especiais da cidade, como ferros-velhos, borracharias, cemitérios, desmanches, escolas, associações, clubes e shoppings, continuarão com a inspeção normal, levando em conta as novas medidas de prevenção contra o coronavírus. 

Tudo sobre: