EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

4 de Junho de 2020

São Vicente deve apresentar plano de reabertura econômica na próxima semana

Prefeito Pedro Gouvêa (MDB) fez anúncio durante live nas redes sociais

A Prefeitura de São Vicente deve apresentar, na próxima semana, um plano de reabertura econômica devido a pandemia de coronavírus. O anúncio foi feito pelo prefeito Pedro Gouvêa, durante uma live em seu perfil no Instagram, nesta sexta-feira (22), após ser questionado por uma munícipe.

"A gente vai anunciar, na próxima semana, um plano de reabertura das atividades econômicas da cidade. Vamos colocar todas as atividades. De uma forma geral, dar um posicionamento sobre tudo", explicou o chefe do Executivo.

Segundo ele, nesta semana, uma reunião foi realizada com a Associação Comercial de São Vicente, representantes da categoria e secretários. O projeto deve ser apresentado para a Câmara Municipal. Para Gouvêa, chegou o momento de fazer a reabertura.

"Tenho convicção que chegou o momento de fazer essa reabertura. Vamos mandar para a Câmara um projeto. Assim como aprovamos, nesta semana, a possibilidade da abertura de cultos religiosos. Com as garantias de um projeto aprovado pela Câmara responsabilizando as pessoas responsáveis por cada uma dessas religiões que vão voltar com essas atividades", disse.

'Tem muita gente que gosta de atirar pedra'

O prefeito vicentino também rebateu críticas sobre a queda da taxa de isolamento no município. Segundo Gouvêa, a cidade costuma a figurar sempre entre os maiores índices dos municípios do estado e quase atingiu a taxa de 70% de isolamento, considera ideal pelas autoridades de saúde de São Paulo.

"Só São Vicente caiu ou todos os lugares? Caiu porque as pessoas estão começando a voltar a normalidade com as suas atividades. Até porque ninguém aguenta, financeiramente, ficar todo esse tempo em casa. As pessoas tem que defender o seu pão de cada dia. Ou alguém aqui discorda? Tem gente que não tem condições de ficar em casa. Tem gente que precisa receber o seu salário e precisa estar trabalhando. Eu entendo perfeitamente. Vamos fazer isso com responsabilidade, com critério. Mas não dá para a gente ficar aqui atirando pedra. Tem muita gente que gosta de atirar pedra", finalizou. 

Tudo sobre: