EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

9 de Agosto de 2020

Promessa de rigor em fiscalização não impede pessoas de saírem sem máscara em São Vicente

Munícipes aproveitaram dia de sol na praia do Itararé, no último sábado (1º)

A promessa do prefeito de São Vicente, Pedro Gouvêa, de implantar uma fiscalização mais rigorosa na orla da praia da Cidade para evitar as aglomerações registradas durante a semana não intimidou os populares neste sábado (1º). Diante do sol, muita gente, sem o uso de máscara, não desperdiçou a trégua da chuva e aproveitou parte do dia nos banquinhos, nos quiosques ou na areia.

Para conferir como seria o comportamento da população vicentina após a ‘ameaça’ do prefeito, A Tribuna foi à orla e flagrou diversas pessoas ignorando orientações básicas de combate à Covid-19.

Assim que chegou no local, a Reportagem se deparou com duas senhoras, sem máscaras, conversando lado a lado em um dos banquinhos. Nos quiosques, que agora tem funcionamento presencial das 12 às 18 horas, muitas mesas ocupadas com dezenas de pessoas também sem máscaras e sem respeitar qualquer distanciamento.

Designer de sombracelhas, Marcely Felix, moradora do Bitaru, esteve na praia com o filho, que queria brincar no playground e jogar bola na areia, mas admitiu que tem se atentado aos números da pandemia.

“As pessoas precisam ter consciência. Nós ainda vivemos numa pandemia. Então, temos que tomar cuidado. Trouxe ele (o filho) para se divertir um pouco fora de casa”, disse ela.

A aposentada Teresa Silva, moradora da Biquinha, também visitou a orla para caminhar. E ela apoiou a decisão do prefeito de aumentar a fiscalização no local. “Eu vi o que ocorreu durante a semana. As pessoas, que na maior parte do tempo não respeitaram a pandemia, parecem ter perdido a noção de vez. Precisa ser rigoroso sim”.

Na areia, onde só é permitido atividades esportivas com o uso de máscaras e distanciamento, a sensação era de que a pandemia, que já matou 278 pessoas na Cidade, é problema de um passado distante.

Se os munícipes não respeitaram os pedidos de conscientização para evitar a formação de grupos, a presença da Polícia Militar foi vista apenas uma vez e com uma rápida ronda. Já a Guarda Municipal não foi localizada na orla.

Questionada sobre as medidas que haviam sido adotadas para o fim de semana, a Secretaria de Comércio, Indústria e Negócios Portuários (Secinp) de São Vicente, informou que os quiosques estão respeitando as novas regras.

Além disso, “que os fiscais do comércio seguem orientando munícipes sobre o uso obrigatório de máscara, e as ações de fiscalização estão sendo feitas pela Polícia Militar e Secretaria de Trânsito e Transportes”.

Tudo sobre: