EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

26 de Janeiro de 2020

Primeiro dia para transferência de créditos do cartão transporte tem reclamações em São Vicente

Usuários relataram diversos transtornos e fila quilométrica para obter novo 'SV Card' da Otrantur

A Otrantur anunciou que usuários do transporte público de São Vicente poderiam realizar a transferência de créditos para os novos cartões-transporte da empresa a partir desta segunda-feira (9). Usuários, no entanto, tiveram muitos transtornos ao tentar realizar o procedimento.

Segundo relatos de clientes, a loja da Otrantur deveria ter aberto às 8 horas desta manhã, mas as portas só foram abertas às 8h20. "Fiquei desde as 7h15 da manhã na fila esperando abrir às 8h. Só abriu às 8h20. Fila quilométrica. E a validade dos créditos é só por 30 dias", disse uma cliente, que preferiu não ser identificada, indignada com a situação.

Ela ainda relatou que a desorganização aumentou quando a internet do local caiu mais de uma vez, gerando lentidão no atendimento.

O cliente Mário da Silva também foi afetado pelas falhas no atendimento da Otrantur. Ele conta que tentou transferir o crédito de seu cartão lotação para o novo SV Card, da Otrantur, mas foi informado que o dinheiro transferido só cairia no prazo de 30 dias. "Como que eu vou gastar? Muitas pessoas vão perder o vale transporte, quem vai nos ressarcir?", questiona.

Saiba quais são as regras para realizar o procedimento de transferência de créditos para o SV Card.

Procurada pela redação de A Tribuna On-line, a assessoria de imprensa da Otrantur respondeu que a operação de troca envolve dois sistemas, o da cooperativa e o da Otrantur, por conta disso o processo é mais complexo para a autenticação dos créditos do cartão da cooperativa. Com relação à falta de sistema, a Otrantur informou que no primeiro horário a internet da loja apresentou problema e ficou alguns minutos fora. O sistema não caiu durante a operação.

Tudo sobre: