Preso em arame farpado e com lesão na asa, gavião-carijó é resgatado em São Vicente

Ave foi encontrada em Paratinga, área rural vicentina, por equipe da Guarda Civil Ambiental

Equipe da Guarda Civil Ambiental de São Vicente resgatou um gavião-carijó com uma lesão na asa direita. Também conhecido como gavião-indaé, a ave foi encontrada nesta segunda-feira (14), em Paratinga, área rural vicentina. Ferido, o animal segue em tratamento para ser devolvido à natureza.

Assine A Tribuna agora mesmo por R$ 1,90 e ganhe Globoplay grátis e dezenas de descontos!

A localização do animal ocorreu após ação de um morador daquela região, que fez os primeiros socorros à ave ferida. Ele retirou o gavião de um arame farpado, responsável pela lesão na asa. E entrou em contato com a corporação, que encaminhou o animal para uma clínica veterinária credenciada. Na unidade, a ave foi medicada e permanece em reabilitação.

O gavião-carijó é uma ave de rapina da família dos acipitrídeos, e mede entre 31 a 41 centímetros de comprimento. O peso do macho pode chegar a 290 gramas, e o da fêmea, a 350. Este gavião é comumente encontrado na América Latina, com grande incidência no Brasil.

Se for encontrado qualquer animal silvestre em situação de risco, aquele que o avistar deve entrar em contato com o Pelotão Ambiental pelos telefones (13) 3569-2213 ou 153.

Tudo sobre: