Prefeito de São Vicente diz que Justiça irá liberar Ponte dos Barreiros nesta semana

De acordo com o chefe do Executivo, a administração municipal apresentou, nesta segunda (29), o plano de reabertura da ponte

A Ponte dos Barreiros, em São Vicente, deverá ser liberada para o tráfego nesta semana. A informação foi dada pelo prefeito Pedro Gouvêa (MDB), durante live realizada nas suas redes sociais, nesta segunda-feira (29).

De acordo com o chefe do Executivo, a administração municipal apresentou, nesta segunda, o plano de reabertura da ponte. "O que é esse plano de reabertura? Um plano de fiscalização para funcionamento da ponte. Na ponte não vai poder passar ônibus grande e caminhão", explicou o prefeito.

Segundo Gouvêa, agora, a prefeitura corre para ajustar detalhes finais antes da reabertura do espaço. "Nós estamos fazendo os últimos ajustes. Limpeza, pintura de faixas, nova iluminação, pavimentação na Avenida Angelina Pretti. Esse é o nosso compromisso. Fazer a coisa da melhor forma possível para poder reabrir a ponte nesta semana. Tudo preparadinho", falou o chefe do Executivo vicentino.

Antes da reabertura da ponte, o Ministério Público de São Paulo (MP-SP) fez algumas ponderações. Entre elas, está a instalação e reativação de radar e/ou lombada eletrônica para o controle da velocidade máxima permitida de 40 km/h em toda sua extensão de 623 metros, nas duas faixas de tráfego, nos dois sentidos; instalação de placas indicativas de velocidade máxima de 40 km/h; e manutenção do itinerário atualmente estabelecido (ponte interditada) para os ônibus destinados ao transporte municipal, intermunicipal e de turismo, com a expressa proibição de seu tráfego pela ponte.

Crítica ao Estado

Pedro Gouvêa garantiu que a Otrantur, responsável pelo transporte público municipal, irá fornecer microônibus para realizar o transporte pela Ponte dos Barreiros. No entanto, ele fez uma cobrança e criticou o governo do estado de São Paulo. Segundo o prefeito, o governador João Doria teria informado ao município que não dispõe dos veículos para o transporte intermunicipal.

"Aí, eu quero ver o estado. Por que? Porque o estado tem uma empresa de ônibus que estão falando que não terão microônibus para colocar para atender a população. Compra ônibus, governador! Traz ônibus de São Paulo! Se vira! Todo mundo aqui se virou até agora. Você vai falar que não tem ônibus?", criticou Gouvêa.

Tudo sobre: