EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

23 de Outubro de 2019

Novo sistema de transporte coletivo de São Vicente deve operar no 2º semestre

Segundo o secretário municipal de Transportes, 229 veículos, entre ônibus e micro-ônibus, vão operar na cidade entre as áreas Continental e Insular

A Prefeitura de São Vicente deve publicar, nos próximos dias, o edital que divulgará as empresas que concorrerão ao contrato para assumir o novo sistema de transporte coletivo na cidade. O processo de licitação, aberto no início do mês, está no setor jurídico da Secretaria de Governo para últimos ajustes antes da publicação. Para a administração, a expectativa é de que o novo sistema já esteja em circulação no segundo semestre de 2019.

Assim que o acordo for assinado, a empresa vencedora da licitação terá até 180 dias para implantar o novo sistema, com novos veículos, equipados e modernizados.

"Trabalhamos com a data entre setembro e outubro, para o novo sistema começar a ser implantado na cidade. Isso é uma expectativa. Ainda em relação ao contrato, podem haver impugnações, algumas irregularidades e demais recursos que fogem da esfera da administração, então, não é uma data confirmada. Se o processo correr dentro da normalidade, esperamos que entre setembro e outubro já tenhamos os novos ônibus operando em São Vicente", declarou o secretário municipal de Transportes, Alexandre de Almeida Costa.

A nova frota, segundo o edital, inclui 245 novos veículos, somando os carros reservas. Ao todo, 61 ônibus básicos, todos com ar-condicionado, vão circular na Área Continental, enquanto que 168 micro-ônibus vão operar na Área Insular, com 25% da frota, inicialmente, com ar-condicionado.

O atual sistema utilizado em São Vicente é formado por vans e micro-ônibus conhecidos popularmente como lotações, que há anos atuam no município. A Cooperlotação, empresa responsável pelo serviço, também participa da licitação.

Tudo sobre: