EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

20 de Outubro de 2019

Dono do 'bebecão de São Vicente' é reconhecido pela família após 6 anos morando na rua

Publicação que mostra Germano com seu cachorro de estimação viralizou, e parente que não o via há anos o reconheceu. Ele foi morar em São Paulo

O morador de rua Germano José de Sousa Nascimento, de 37 anos, teve sua vida completamente transformada após uma publicação nas redes sociais mostrar a forma como cuidava de seu cachorro, Leblon. Na foto, o pet aparece com uma chupeta na boca e cobertor, e ficou conhecido como ‘bebecão’. Ao ver o post, Saione Silva reconheceu Germano como o pai de suas sobrinhas, que estava desaparecido há seis anos.

O susto foi grande para os parentes, que acreditavam que o homem tinha desaparecido por ter constituído outra família e não queria manter contato. Na verdade, Germano foi parar nas ruas de São Vicente após perder o emprego e se separar da esposa em São Paulo. O então cozinheiro acabou se envolvendo com drogas e não conseguiu mais se recuperar.

A assistente administrativa conta que, depois de ver a repercussão das fotos de seu ex-cunhado na internet, decidiu ir até São Vicente para encontrá-lo. “Também foi um susto para ele, que não imaginava que a gente iria atrás. Conversamos, e ele pediu uma oportunidade. Pediu para subir a São Paulo. As meninas o reconheceram, foi uma alegria, todos nós choramos”, conta, emocionada.

Foto de Germano cuidando de seu cachorro viralizou nas redes sociais (Foto: Renata Macedo de Jesus/Arquivo Pessoal)

No último dia 9, Germano foi levado a uma clínica de reabilitação, um pedido que fez à família. “Ele disse que precisa voltar a trabalhar, mas antes quer se tratar”, explica a ex-cunhada, que ainda lembra que as visitas são feitas aos domingos.

Germano morava nas ruas de São Vicente com uma companheira. Saione diz que também ofereceu uma oportunidade para a mulher, mas ela recusou. Já o cachorrinho Leblon está morando em São Paulo e recebendo todo o carinho da família.

Feliz, Saione diz que só tem memórias boas do ex-cunhado em relação às filhas. “Ele sempre foi um bom pai, pagava a escola das filhas, sustentava a família com sua profissão de cozinheiro, que era muito boa, mas, infelizmente, aconteceu isso. Ele precisava de uma oportunidade”, completa.

Conhecido como o 'bebecão' de São Vicente, Leblon foi levado para morar com a família de Germano em São Paulo (Foto: Saione Silva/Arquivo Pessoal)
Tudo sobre: