EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

10 de Julho de 2020

Comunicado confirma reabertura do Shopping Brisamar, em São Vicente, em 8 de junho

Horário de funcionamento do shopping será de segunda a domingo, das 12h às 18h

Em circular enviada à lojistas neste sábado (30), a superintendência do Brisamar Shopping, em São Vicente, informou que a reabertura do shopping, localizado no Centro da cidade, ocorrerá no dia 8 de junho.

A administração do shopping informou que seguirá a Lei Municipal 4027-A, de 29 de maio. A informação de reabertura do shopping foi antecipada pelo prefeito Pedro Gouvêa (MDB).

O comunicado enviado à lojistas neste sábado, informa sobre o horário de funcionamento para funcionários, assim como o horário para clientes, seguindo determinações e recomendações do Poder Público.

- Horário de acesso diário e permanência dos lojistas: 9h às 19h
- Horário de funcionamento do shopping, de segunda a domingo: das 12h às 18h
- Na segunda-feira, dia 01 de junho, disponibilizaremos uma cartilha aos lojistas com o
detalhamento dos procedimentos determinados na Lei Municipal N° 4027-A, que deverão ser
adotados por todos.

Planejamento

O plano vicentino de abertura gradual do comércio e dos espaços de uso comum começa a ganhar corpo partir desta segunda-feira (1º de junho). Na primeira etapa, será permitida a abertura do comércio com regras mais rígidas, exceto para serviços de lazer, esporte e entretenimento. Fica mantida a restrição para bares e restaurantes, sendo proibido o consumo no local, e a realização de eventos de qualquer natureza, sejam públicos ou privados.

A segunda fase, começa a sair do papel no dia 8 de junho, ocasião na qual fica estabelecida a reabertura de shopping, centros comerciais, galerias populares ou camelódromos e academias.

A terceira etapa será estabelecida conforme a evolução dos casos. Se os indicadores apresentem índices estabilizados ou em queda, essa fase passará a ser adotada em  20 de junho. Com isso, além dos serviços já abertos nas duas etapas anteriores, fica estabelecida a retomada do consumo em bares, restaurantes e praças de alimentação. Estes, porém, deverão respeitar o limite de 30% de sua capacidade para atendimento aos clientes.

Serviços de esporte, turismo, hotéis e pousadas poderão reabrir com a mesma regra, ou seja, com limitação de 30% de sua capacidade. Ainda, poderão ser realizadas, atividades esportivas individuais na orla e na areia da praia, desde que se mantenha distância segura de outras pessoas e não utilizem equipamentos esportivos coletivos, a exemplo das academias comunitárias.

Vinte dias depois, nova avaliação poderá permitir a quarta e última fase de reativação comercial. Caso seja identificada um quadro ameno na taxa de contágio e ocupação de leitos, novos segmentos serão permitidos. Contudo, Gouvêa não descarta retornar às etapas anteriores se for verificada uma piora nos dados sobre a doença na cidade. 

Tudo sobre: