EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

21 de Outubro de 2019

Projeto quer permitir entrada de 'personal trainer' particular em academias de Santos

Segundo a propositura, os educadores físicos terão acesso livre aos locais para orientar e coordenar as atividades de seus clientes, mediante cadastramento

O vereador Rui de Rosis (MDB) apresentou, no fim de junho, o projeto de lei 191/2019, que tem o objetivo de assegurar que os usuários das academias de ginástica possam entrar nesses estabelecimentos acompanhados por profissionais particulares de Educação Física em Santos.

Os profissionais deverão estar munidos com a carteira do Conselho Regional de Educação Física. Segundo a propositura, os educadores físicos terão acesso livre aos locais para orientar e coordenar as atividades de seus clientes, mediante o cadastramento prévio junto a esses locais.

Na avaliação do parlamentar, essa medida facilitará a entrada de mais profissionais dessa área no mercado e vai baratear o custo tanto para o aluno, como para a pessoa contratada. De Rosis acredita ainda que, com a aprovação dessa proposta, haverá a garantia para que mais pessoas tenham acesso à orientação e treinem com mais segurança.

Segundo o texto, existe a previsão que as academias não poderão ser responsabilizadas pelos atos dos profissionais de educação física particulares. Elas também não podem cobrar custos extras desses profissionais e dos alunos.

Tudo sobre: