EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

14 de Outubro de 2019

Licitação de estacionamento de Santos avança

Compra de tíquete para motoristas será feita virtualmente

Avançou a licitação que mudará o sistema de estacionamento regulamentado em Santos. Foi publicado, na edição de sexta-feira do Diário Oficial do Município, o nome das quatro empresas classificadas e das cinco desqualificadas. É possível apresentar recursos, e a próxima etapa será a abertura de envelopes para conhecer a vencedora, que deve começar a atuar até junho.

A concorrência poderia ter sido mais rápida, foi preciso reiniciá-la. O motivo é que a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) lançou o edital em 4 de setembro do ano passado. Porém, todas as empresas foram desclassificadas por falhas na proposta comercial. Houve nova licitação, com sessão realizada no dia 13 de fevereiro deste ano, com nove participantes (veja destaque).

Como será

 O novo modelo não terá custos para o Município, pois a concorrência adota como critério de escolha a empresa que repassar o maior percentual mensal de receita para a Prefeitura.

A nova empresa será responsável por operar e cuidar da manutenção do sistema de estacionamentos, instalar sinalização e promover campanha de orientação antes de operar.

Para o motorista, o que mudará será a forma como adquirir o tempo de estacionamento. De maneira informatizada, o tíquete será virtual e comprado por meio de aplicativo, site e lojas físicas. O preço não muda: R$2,50 a hora.

Outro diferencial é que será exigido um sistema para mostrar ao usuário um mapa de onde há maior oferta de vagas e que propicie ampliação do tempo de uso da vaga sem a necessidade de retornar ao veículo. Um alerta também deverá avisar o motorista quando o tempo máximo, de duas horas, estiver se esgotando.

 A troca de sistema também pretende eliminar a atuação de flanelinhas e a falsificação de cartões de estacionamento.