EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

23 de Março de 2019

Escola de Inglês encerra atividades no Gonzaga em Santos

Uma das mais tradicionais instituições da Baixada, CCBEU fechou as portas na unidade da Rua Jorge Tibiriçá

Uma das mais tradicionais escolas de idiomas santista encerrou as atividades. Após 75 anos como referência no ensino da língua inglesa, o Centro Cultural Brasil Estados Unidos (CCBEU) de Santos iniciou o desmonte da unidade.

Parte do acervo da biblioteca foi distribuído na terça-feira (9) para ex-alunos, o que provocou filas. Também atraiu curiosos, induzidos por uma falsa corrente, nas redes sociais, pela qual livros seriam doados no local – o que o colégio desmentiu, num comunicado também veiculado em sua página oficial nas redes sociais. “Para outros interessados ou empresas, a escola está negociando a venda dos livros com preços especiais”.

O fechamento da escola, na Rua Jorge Tibiriçá, no Gonzaga, foi informado por estudantes e funcionários das demais unidades do CCBEU. Segundo pais dos alunos, que não quiseram se identificar, o aviso do fim das atividades ocorreu em uma reunião, no final do ano passado.

A Tribuna não encontrou nenhum representante da sede em Santos para comentar o encerramento da unidade. Ainda de acordo com ex-alunos, funcionários já foram demitidos: restaria apenas um colaborador responsável por distribuir os livros, que não quis se pronunciar.

Pela manhã, a escola não apresentava sinal de movimento interno. O portão estava fechado com um grosso cadeado, apesar de o site da unidade informar funcionamento normal. Também não houve atendimento pelo telefone informado pelo portal.

Trabalhadores de lojas no entorno confirmaram que o prédio do CCBEU de Santos estava fechado desde dezembro.

Ex-alunos foram até unidade para retirar livros da biblioteca da escola (Foto: Alexsander Ferraz/AT)

História

Fundado em 1943, o CCBEU ocupava uma sala no Consulado Americano. Nos anos seguintes a sede foi transferida para o Rotary Club, a Sociedade Humanitária e passou a ocupar diversos imóveis alugados. Em 1965, após uma campanha para angariar fundos, mudou-se para a sede própria.

Conforme informado pelo site da escola de idiomas, a unidade é o único Centro Binacional na Baixada Santista certificado pela Embaixada Norte-Americana.