Criança tem corte profundo na cabeça após porta de banheiro de escola em Santos cair sobre ela

Pai diz que não é a primeira vez que tem problemas com a unidade de ensino

Por: ATribuna.com.br  -  15/05/24  -  06:43
O menino de 5 anos foi levado quase que desacordado para Santa Casa de Santos
O menino de 5 anos foi levado quase que desacordado para Santa Casa de Santos   Foto: Arquivo Pessoal e Divulgação/ PMS

Uma criança de 5 anos abriu o supercílio e teve que receber cinco pontos depois da porta do banheiro de uma escola cair em cima de sua cabeça em Santos. O incidente aconteceu na UME Cely de Moura Negrini, que fica no Rádio Clube, no início da tarde do dia 6 de maio. O pai do garoto, Elizeu de Oliveira, conta que o filho se feriu ao abrir a porta do banheiro e que, na hora, ele estava sem supervisão de um adulto.


Clique aqui para seguir agora o novo canal de A Tribuna no WhatsApp!


Segundo o pai, a escola está alegando que a criança se pendurou na porta depois de subir em cima de uma outra criança, porém ele discorda. “Meu filho tem aproximadamente 17 quilos e menos de um metro de altura. Além disso, ele não faz essas coisas”, explica Elizeu.


Outra coisa que incomodou o pai da criança foi que o filho estava sozinho quando a porta se soltou e bateu na cabeça dele.


O menino de 5 anos foi levado quase que desacordado para a Santa Casa de Santos. Ele passou pelo pediatra e teve que fazer uma tomografia para ver se houve sangramento interno. Conforme parecer clínico, não houve nada grave e a criança recebeu cinco pontos.


Ainda de acordo com o pai, não é a primeira vez que esse tipo de coisa acontece na unidade de ensino. "Sempre estou tendo problema com a escola. Parece até uma perseguição”, relata o pai. Ele também contou que já trocou o filho de colégio.


O que diz a Seduc

A Secretaria de Educação de Santos informou que, de acordo com a direção da escola, o incidente ocorreu dentro do banheiro, após o horário da refeição, quando alguns alunos entraram juntos no local e se penduraram na porta, fazendo com que ela se soltasse e causasse a queda do menino, que, segundo a pasta, bateu o supercílio na pia.


A Administração Municipal acrescentou que, na sequência, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado e a família avisada. O pai acompanhou o menino até o hospital e dispensou a ida de alguém da equipe da escola junto com eles, destaca a Seduc.


Segundo familiares, o menino deve retornar às aulas nos próximos dias. A Prefeitura afirma que a direção da escola e a supervisão de ensino estão monitorando a situação do aluno e a diretora tem entrado em contato com a família se colocando à disposição dela.


"A porta do banheiro foi recolocada nesta terça-feira (14). Vale ressaltar que os educadores que atuam nas unidades de educação estão sempre atentos para que fatos como esse não ocorram. O fato aconteceu de forma muito rápida e, neste caso, não pôde ser evitado", conclui a nota da Administração Municipal.


Logo A Tribuna
Newsletter