EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

20 de Maio de 2019

Praia Grande recebe investimentos de R$ 450 milhões da Sabesp

Entre as ações, destaque para o prolongamento de dois emissários submarinos do Canto do Forte e Tupi

A Sabesp deu início a uma série de obras em Praia Grande. Os serviços totalizam investimentos de R$ 450 milhões e, segundo a Prefeitura do município, tem como objetivo a melhora na balneabilidade das praias. Entre as ações, destaque para o prolongamento de dois emissários submarinos, do Canto do Forte e Tupi, além da implantação de duas estações de pré-condicionamento (EPC) nesses locais.

Os trabalhos integram parte da nova fase do Programa Onda Limpa. A iniciativa da Sabesp busca a implantação e ampliação do sistema de coleta e tratamento de esgoto. Uma reunião, realizada na última terça-feira (12), na Prefeitura de Praia Grande, debateu as ações.

O encontro contou com a participação do prefeito Alberto Mourão (PSDB), dos secretários municipais de Obras Públicas, Eloísa Ojea, de Urbanismo, Alexander Ramos, de Planejamento, Nelio Affonso Dell’Artino, além dos representantes da Sabesp, o diretor de Tecnologia, Meio Ambiente e Empreendimentos, Edison Airoldi, do superintendente do Programa Onda Limpa, José Luiz Lorenzi e do diretor de Sistemas Regionais, Ricardo Borsani.     

Durante a reunião, os projetos e serviços foram detalhados. De acordo com a companhia, atualmente, os emissários submarinos do Canto do Forte e Tupi contam, ambos, com 3,3 quilômetros. Após as obras, eles devem saltar para quatro quilômetros de extensão cada. Os serviços terão duração de três anos. 

“O investimento de extensão do emissário e duas estações de tratamento melhora balneabilidade e se traduz em qualidade de vida e em atrativo turístico. Importante ressaltar que essas e as demais obras cumprem algumas metas estabelecidas pela Cidade”, analisou Alberto Mourão.

Na prática, quando esses equipamentos estiverem funcionando em sua plenitude, o efluente final, produto depois do tratamento do esgoto, será despejado mar adentro. A expectativa é que, dessa forma, a obra traga uma sensível melhoria na balneabilidade das praias.

Outras obras

Os diretores da Sabesp confirmaram na reunião que o bairro Princesa também será foco de ações. O início dos trabalhos está previsto para maio. Entre os serviços, será executada a rede coletora de esgoto desta região do município.

No encontro também ficou definido que a companhia dará continuidade nos trabalhos da substituição da rede coletora de esgoto do Boqueirão até o Canto do Forte. Em virtude de ter sido executada com material de fibrocimento, que deteriora com o tempo, têm sido registrados desníveis nas ruas. Desta forma, a solução definitiva só é possível com a substituição total da rede, assim como já foi feito nas vias revitalizadas do Centro Expandido Boqueirão, Fase 1. Nesta fase, os trabalhos serão da Avenida Paris até o Canto do Forte e da praia até a Avenida Marechal Mallet. Na sequência, a Prefeitura virá efetuando os demais serviços, como a pavimentação.